PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Bolívia começará a vacinar maiores de 30 anos contra Covid-19

23/06/2021 04h19

La Paz, 22 jun (EFE).- O governo da Bolívia anunciou nesta terça-feira que começará a imunizar pessoas com mais de 30 anos contra a Covid-19, após a chegada de mais vacinas ao país em um dia em que foram registradas 1.667 novos casos de infecção.

O ministro da Saúde, Jeyson Auza, fez o anúncio em uma entrevista coletiva e disse que a partir desta quarta começarão a ser imunizadas as pessoas de 30 a 39 anos e já deu as instruções aos hospitais e postos de vacinação.

Auza declarou que a primeira dose já atingiu 21% da população-alvo, de 7,2 milhões de pessoas. Nesta terça-feira, um avião chegou ao aeroporto de Cochabamba com 500 mil doses entregues pelo laboratório chinês Sinopharm, além de 17,6 toneladas de suprimentos médicos, que já estão sendo distribuídos nas nove regiões do país. Com o carregamento, o governo do presidente Luis Arce espera fazer o percentual de imunizados subir para 30%.

Os lotes se juntam às 3.016.050 doses de vacinas que o país já recebeu, incluindo a vacina russa Sputnik V e as fabricadas por Pfizer AstraZeneca e Sinopharm.

Enquanto isso, o relatório diário do Ministério da Saúde relata 1.667 novos casos de Covid-19, com 69 mortes. Com isso, o número de infecções subiu para 424.478, e o de óbitos chegou a 16.243.

Até agora, 609.192 pessoas foram imunizadas com as duas doses da vacina e 1.658.589 receberam a primeira injeção, como parte do plano de imunização que começou em etapas com funcionários da área da saúde e profissionais da linha de frente, incluindo jornalistas, motoristas de transporte público, professores e pessoas com mais de 40 anos de idade, além de pessoas com comorbidades.