PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Venezuela convida Rússia para acompanhar eleições regionais e locais

23/06/2021 04h29

Caracas, 22 jun (EFE).- O presidente do Conselho Nacional Eleitoral da Venezuela (CNE), Pedro Calzadilla, convidou nesta terça-feira o órgão equivalente da Rússia para acompanhar as votções regionais e locais no país caribenho, marcadas para 21 de novembro.

Em um comunicado à imprensa, a CNE informou que Calzadilla estendeu o convite através do embaixador russo em Caracas, Sergey Melik Bagdasarov, com quem se encontrou hoje para tratar de questões de cooperação eleitoral.

Por sua vez, o embaixador russo chamou o presidente do Conselho para assinar um novo protocolo de cooperação entre os órgãos eleitorais de ambos os países, que mantêm relações de intercâmbio pelo menos desde 2012.

Na última sexta-feira, Calzadilla também se reuniu com o embaixador da Turquia na Venezuela, Sevki Mütevellioglu, para fortalecer a cooperação em assuntos eleitorais entre os dois países.

No encontro, Mütevellioglu manifestou ao chefe do CNE o interesse de seu país em enviar uma delegação para acompanhar as eleições de novembro. Tanto a Rússia quanto a Turquia são aliados do governo venezuelano em diferentes áreas.

O Conselho Eleitoral também chamou a União Europeia e as Nações Unidas para acompanharem o pleito. Os dois últimos processos eleitorais na Venezuela, um legislativo e outro presidencial, foram questionados pela comunidade internacional e por grande parte da oposição venezuelana por considerarem que não tiveram os elementos necessários para garantir que fossem democráticos.

As principais acusações se devem à desclassificação de opositores conhecidos e à intervenção ordenada pelo Supremo Tribunal de Justiça das diretrizes dos maiores partidos que se opõem ao Governo.