PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Fernández promete vacinação "até que o último argentino esteja vacinado"

24/06/2021 22h47

Buenos Aires, 24 jun (EFE).- O presidente da Argentina, Alberto Fernández, afirmou nesta quinta-feira que a campanha de vacinação contra a covid-19 continuará "até que o último argentino ou argentina esteja vacinado", e garantiu que o governo manterá o processo de compra de vacinas.

"Não vamos parar até que o último argentino ou argentina esteja vacinado", declarou durante atp no qual anunciou a construção e a entrega de residências para maiores de 60 anos em complexos especiais.

Ao longo do discurso, Fernández ressaltou que a campanha de vacinação já chegou a "quase todos" os maiores de 60 anos e que o foco nas próximas etapas será a população mais jovem.

"Assim como vacinamos quase todos os nossos idosos com mais de 60 anos, temos que colocar o máximo empenho para vacinar todos os argentinos e todas as argentinas. Esta é a porta que abrirá o futuro para nós, e não está longe, está mais perto", acrescentou.

Sobre a eficácia das vacinas, Fernández destacou que durante a primeira onda da pandemia a idade média dos mortos por covid-19 "rondava os 70 anos", mas que agora "a letalidade nessa faixa etária diminuiu substancialmente" e o problema atual tem a ver "com pessoas mais jovens, de 40 a 50 anos".

Segundo dados oficiais, 15,1 milhões de pessoas receberam ao menos uma dose de vacina contra a covid-19 na Argentina, enquanto 3,8 milhões receberam duas.