PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Kamala Harris visitará centro de detenção de imigrantes em viagem à fronteira

25/06/2021 04h44

Washington, 24 jun (EFE).- A vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, visitará nesta sexta-feira um centro de detenção da Patrulha de Fronteira em El Paso, no estado do Texas, durante sua viagem à fronteira com o México.

Segundo a porta-voz de Kamala, Symone Sanders, a vice-presidente também se reunirá com imigrantes detidos nas instalações, conhecidas como Centro de Processamento Central, que têm mais de 9 mil metros quadrados.

O centro está vinculado à Patrulha de Fronteira, que é onde os imigrantes que acabaram de atravessar irregularmente são detidos. As autoridades levam seus dados ao CPC e depois os transferem para outras instalações.

Quando a visita for concluída, Kamala se encontrará com ativistas, advogados e várias ONGs que ajudam imigrantes, conforme informações fornecidas por Sanders em entrevista coletiva.

Ao final da viagem, a vice-presidente conversará com a imprensa ao lado do secretário de Segurança Interna dos EUA, Alejandro Mayorkas, do senador Dick Durbin e da congressista Veronica Escobar, dois dos democratas mais ativos no Congresso em questões de imigração.

A viagem é a primeira de Kamala à fronteira sul desde que tomou posse, em janeiro, e acontece depois que ela foi amplamente criticada pela oposição por não ter ido à região até agora.

A visita será realizada duas semanas após a vice-presidente ter estado no México e na Guatemala para abordar com os líderes desses países as causas fundamentais da migração irregular.

Em março, Kamala aceitou a missão de diálogo com os chefes de Estado do Triângulo Norte da América Central - Guatemala, Honduras e El Salvador - para tratar dos problemas gerados pela chegada de imigrantes indocumentados à fronteira dos EUA nos primeiros meses de mandato do presidente Joe Biden.

O governo mexicano espera que em breve haja progressos na reabertura da fronteira comum, que está fechada para viagens não essenciais há mais de um ano por causa da pandemia da Covid-19.

Nos próximos dias quem estará na região será o do ex-presidente Donald Trump, que na próxima quarta irá à fronteira com o México acompanhado pelo governador do Texas, Greg Abbott, e legisladores republicanos.