PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
2 meses

Chile autoriza aplicação da vacina russa Sputnik V

21/07/2021 22h06

Santiago de Chile, 21 jul (EFE).- Os órgãos reguladores do Chile aprovaram nesta quarta-feira o uso emergencial, em maiores de 18 anos, da Sputnik V, vacina contra a covid-19 produzida na Rússia, que é a sexta autorizada no país sul-americano.

"A vacina é segura e é eficaz. Todos os estudos mostram que tem um bom perfil de segurança, e a maioria dos eventos adversos detectados foram leves", afirmou o diretor do Instituto de Saúde Pública chileno (ISP), Heriberto García.

O Chile receberá de 3 a 4 milhões de doses da Sputnik V nos próximos meses, que se somarão às 27 milhões que já chegaram ao país, a maioria, do laboratório chinês Sinovac, segundo informações do Ministério da Saúde do país sul-americano.

Além disso, estão sendo aplicadas no território chileno os agentes imunizantes Pfizer/BioNTech, Janssen e AstraZeneca, este último, apenas em mulheres com mais de 55 anos.

O Chile já registrou cerca de 1,6 milhão de casos de infecção pelo novo coronavírus e 34,5 mil mortes por covid-19. O país tem um dos processos de vacinação mais exitosos do mundo, com 85% do público-alvo tendo recebido, pelo menos, uma dose de imunizante.

A autorização da Sputnik V acontece em paralelo à discussão do governo sobre a aplicação de uma terceira dose de vacina, com o objetivo de que aconteçam novos surtos, especialmente devido a presença da variante delta, que é mais contagiosa.