PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

EUA confirmam que sediarão a Cúpula das Américas em 2022

16/09/2021 23h10

Washington, 16 set (EFE).- Os Estados Unidos sediarão a 19ª edição da Cúpula das Américas em 2022, com o objetivo de reafirmar a defesa da democracia e os direitos humanos no continente americano, informou nesta quinta-feira o secretário de Estado do país, Antony Blinken.

A edição anterior, que reúne os líderes do continente americano, foi realizada em Lima, no Peru, em 2018.

"Os últimos 20 anos nos mostraram que a democracia é frágil e a população do continente americano deve se manter vigilante para protegê-la", afirmou o chefe da diplomacia americana em comunicado.

Blinken destacou que na reunião, cuja sede ainda será definida, o presidente Joe Biden buscará reafirmar "a dedicação dos EUA com a defesa da democracia e os direitos humanos ao longo do Hemisfério Ocidental".

Esta será a primeira vez que os Estados Unidos organizarão a cúpula - realizada a cada três ou quatro anos - desde a edição original em Miami, em 1994.

Até hoje, oito cúpulas ordinárias foram realizadas: Miami (1994), Santiago do Chile (1998), Québec (2001), Mar del Plata (2005), Porto da Espanha (2009), Cartagena das Índias (2012), Cidade do Panamá (2015) e Lima (2018).

No entanto, só a cúpula realizada na Cidade do Panamá em 2015 contou com a presença de todos os líderes dos 35 países que integram a Organização dos Estados Americanos (OEA) e Cuba.

A edição de Lima, em 2018, foi marcada pela ausência da Venezuela. Na ocasião, o Peru, anfitrião do evento, retirou o convite por considerar o governo venezuelano responsável pela crise política e social no país. EFE

afs/vnm