PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Cuba ultrapassa a marca de 7 mil mortes provocadas pela covid-19

24/09/2021 02h39

Havana, 23 set (EFE).- Cuba superou nesta quinta-feira a barreira das 7 mil mortes por covid-19 desde o início da pandemia, de acordo com dados divulgados pelo Ministério de Saúde Pública da ilha caribenha.

De acordo com boletim apresentado hoje, ao todo, o país contabiliza 7.048 óbitos provocados pela doença.

No balanço de hoje, foi informado que foram notificados nas últimas 24 horas 6.935 casos de infecção pelo novo coronavírus, o que representa uma redução na comparação com a véspera, em que foram mais de 7 mil.

Em um ano e meio de pandemia, Cuba acumula 832.286 positivos registrados.

Atualmente, no país, as autoridades confirmam a existência de 132 pacientes com covid-19 apresentando estado de saúde considerado crítico, e 288 em situação avaliada como grave.

A província de Pinar del Río, epicentro neste momento da pandemia na ilha, teve 1.323 positivos notificados no boletim de hoje, seguida por Sancti Spíritus (com 772) e Holguín (767).

A incidência acumulada no país, segundo os dados apresentados nesta quinta-feira, é de 1.064 casos para cada 100 mil habitantes nos últimos 15 dias.

Em Cuba, 4,7 milhões de pessoas, ou seja, 40% da população, completou o esquema de vacinação contra a covid-19, com um dos quatro imunizantes produzidos no país, Abdala, Soberana 02 e Soberana Plus.