PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
15 dias

Fábrica da Sinovac no Chile exportará para toda América Latina, diz ministro

27/09/2021 16h54

Montevidéu, 27 set (EFE).- O ministro da Saúde do Chile, Enrique Paris, afirmou nesta sexta-feira que a fábrica que a companhia farmacêutica chinesa Sinovac instalará em Santiago será um polo da exportação da Coronavac para outros países da região.

"Acredito que a fábrica não servirá apenas para o Chile, mas exportaremos vacinas para toda a América Latina. É um passo importante. Acho que podemos cooperar entre todos nós", disse o integrante do governo.

Paris explicou que a unidade da Sinovac em Santiago será responsável por envasar frascos da vacina e não a fabricar. Além disso, a companhia instalará um instituto de pesquisa em Antofagasta, no norte do país, para contribuir na luta contra a pandemia da covid-19 na região.

O ministro da Saúde ainda fez um apelo por "mais solidariedade e cooperação", para reduzir o que classificou de "grandes diferenças" existentes entre os países apra combater o novo coronavírus.

"Temos que refletir um pouco e ser mais solidários, ser mais irmãos, buscar mecanismos para que, no futuro haja mais igualdade, mais irmandade, mais colaboração, mais acesso às vacinas", disse.

VACINAÇÃO PARA CRIANÇAS.

Paris ainda informou que hoje começou no Chile a vacinação para crianças com idades de seis a 12 anos, depois de estudos realizados no país e da "experiência na China", indicaram a possibilidade de imunizar os menores om a Coronavac. EFE

scr-rmp/bg

(foto) (vídeo)