PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

EUA confirmam 1º caso da variante ômicron em seu território

01/12/2021 21h16

Washington, 1 dez (EFE).- Os Estados Unidos confirmaram nesta quarta-feira o primeiro caso da variante ômicron do coronavírus em seu território, no estado da Califórnia.

O anúncio foi feito pelo principal epidemiologista do governo americano, Anthony Fauci, em uma entrevista coletiva na Casa Branca, onde ele explicou que o caso corresponde a uma pessoa que voltou aos Estados Unidos em 22 de novembro, vindo da África do Sul, e que testou positivo para a covid-19 no último dia 29.

"O indivíduo foi totalmente vacinado e apresentou sintomas leves, que estão melhorando", disse Fauci.

Ele também ressaltou que, de acordo com os dados que tinha, essa pessoa ainda não havia recebido uma dose de reforço de vacina contra a doença.

O paciente está atualmente em quarentena em casa, e todos os contatos próximos foram notificados e testaram negativo para covid.

O sequenciamento genômico do caso foi realizado pela Universidade da Califórnia em São Francisco.

Fauci afirmou que este é o primeiro caso da variante ômicron - encontrada pela primeira vez na África do Sul - detectado em território dos EUA.

"Sabíamos que era apenas uma questão de tempo até que o primeiro caso de ômicron fosse detectado nos EUA", disse.

Diante da disseminação da ômicron, o governo do presidente Joe Biden planeja promulgar regras mais rígidas para todos os viajantes que chegam aos EUA, inclusive os cidadãos americanos.

O jornal "The Washington Post" informou ontem que os EUA exigirão que todas as pessoas que entram no país sejam testadas um dia antes de embarcar, independentemente de seu status de vacinação ou país de partida.

Além disso, os viajantes podem ser novamente rastreados dentro de três a cinco dias após a chegada nos EUA, de acordo com o jornal, que teve como fontes três autoridades sanitárias federais. EFE