PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

México relata mais 296 mortes por Covid-19 e 3.307 novos casos de infecção

01/12/2021 06h42

Cidade do México, 30 nov (EFE).- A Secretaria de Saúde do México confirmou nesta segunda-feira mais 296 mortes por Covid-19, o que elevou o total desde o começo da pandemia para 294.246, enquanto o número de casos de infeção pelo coronavírus chegou a 3.887.873, com 3.307 nas últimas 24 horas.

O país da América do Norte viveu 17 semanas consecutivas de queda no contágio, após um terceiro pico que atingiu seu auge em julho e agosto.

Do total oficial, 20.906 são casos ativos, que apresentaram sintomas durante os últimos 14 dias e respondem por 0,5% do total. Além disso, 3.245.219 pessoas se recuperaram da doença desde que o coronavírus chegou ao país. A ocupação média de leitos gerais nos hospitais mexicanos é de 16%, enquanto a das unidades de terapia intensiva é de 13%.

No semáforo criado pelo governo para indicar o grau de risco de contaminação pelo vírus SARS-CoV-2, desta segunda-feira até 14 de dezembro, 27 dos 32 estados do país foram definidos para a cor verde (baixo risco) e cinco para amarelo (risco médio). Nenhum está na cor laranja (risco alto), nem na vermelha (risco máximo).

Dado o recente reconhecimento da variante ômicron como uma cepa "preocupante" pela Organização Mundial da Saúde (OMS), as autoridades sanitárias mexicanas informaram que estão atualizando os protocolos de vigilância genômica para buscar intencionalmente a mutação.

"O que está acontecendo com a nova variante é que as vacinas não chegaram à África. Não é que a nova variante seja terrível, é que os pobres foram abandonados, como geralmente acontece", denunciou o presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, nesta terça-feira.

Na mesma coletiva, o estrategista do governo mexicano contra a pandemia, Hugo López-Gatellis, considerou como garantido que a ômicron chegará ao México e ao resto do mundo, mas considerou que a eficácia das vacinas ainda é válida.

Quanto à campanha de vacinação contra a Covid, que abrange todos os maiores de 18 anos, 132,6 milhões de doses foram aplicadas até agora, e 76,8 milhões de pessoas tomaram ao menos uma injeção, enquanto 65,03 milhões receberam a dosagem total recomendada pelos laboratórios. EFE

A vacinação de menores de entre 15 e 17 anos sem comorbidades começou nesta segunda-feira em vários estados. Anteriormente, jovens de 12 a 17 anos com problemas de saúde crônicos já podiam ser inoculados. EFE