PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Segundo caso de ômicron no Japão é de viajante procedente do Peru

01/12/2021 12h12

Tóquio, 1 dez (EFE).- O governo do Japão anunciou nesta quarta-feira a detecção do segundo caso variante ômicron do novo coronavírus no país, em um viajante procedente do Peru, no mesmo dia em que foram divulgadas restrições adicionais na fronteira.

Ontem, o Executivo nipônico havia divulgado o primeiro positivo, de uma pessoa que havia chegado no último domingo, vindo da Namíbia.

A informação de hoje é que o passageiro que porta a variante ômicron chegou no sábado, procedente do Peru, segundo confirmou o porta-voz do governo, Hirozaku Matsuno, em entrevista coletiva.

O paciente que representa o segundo positivo no Japão está isolado em instalações médicas e, anteriormente, não havia tido contato com qualquer pessoa que estivesse infectada pelo novo coronavírus.

As autoridades japonesas estão investigando a causa do contágio do viajante.

NOVAS MEDIDAS.

O segundo caso da ômicron no Japão foi divulgado no mesmo dia em que o Executivo do país reforçou as medidas de controle fronteiriço, com a proibição da entrada no país de todos estrangeiros, inclusive residentes, que passem pelo sul da África.

Além disso, o governo também indicou outro grupo de 27 países onde já foram notificados positivos para a variante, que serão alvo de medidas especiais, como quarentena para passageiros - por enquanto, apenas residentes no Japão.

Além disso, o Executivo solicitou que todas as companhias aéreas que operam no país deixem de oferecer novas reservas de voos que tenham o Japão como destino até o fim de dezembro, coincidindo com Natal e réveillon.

Segundo o porta-voz do governo, as medidas são ações "urgentes, preventivas e temporárias", tomadas diante da pouca informação sobre a variante ômicron. EFE