PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Tribunal inglês analisará processo contra rei emérito Juan Carlos na 2ª feira

03/12/2021 21h52

Londres, 3 dez (EFE).- A Alta Corte de Justiça da Inglaterra programou para a próxima segunda-feira uma audiência preliminar sobre o processo por suposto assédio apresentado por Corinna zu Sayn-Wittgenstein contra o rei emérito da Espanha, Juan Carlos I.

O juiz Matthew Nicklin presidirá a sessão a partir das 10h30 (7h30 em Brasília) na 13ª corte da Queen's Bench Division, que se encarrega de casos de alta relevância jurídica.

A audiência está marcada como uma "conferência de gestão de caso", um tipo de audiência em que o juiz analisa os argumentos das partes, identifica os pontos em disputa e tenta reduzi-los antes da abertura do julgamento.

Corinna acusa Juan Carlos, de quem era amante, de "assédio" desde 2012 até o presente, tanto pessoalmente como por intermédio de "agentes". Segundo ela, essas ações "ameaçaram" a sua segurança e a dos seus filhos.

O processo também aborda um pagamento de 65 milhões de euros supostamente feito pelo rei emérito a Corinna, possivelmente parte do dinheiro que o falecido rei da Arábia Saudita tinha enviado para uma conta bancária suíça ligada a uma fundação sediada no Panamá, e cujo beneficiário era Juan Carlos I.

Em janeiro deste ano, Corinna prestou depoimento em Madri contra o ex-comissário de polícia espanhol José Villarejo. No seu testemunho, afirmou ter recebido repetidas ameaças do ex-chefe do Centro Nacional de Inteligência (CNI) Félix Sanz Roldán.

"Claro que me aterrorizava, aterrorizaria qualquer um. O fato de o chefe da segurança ter vindo me visitar a Londres já era suficientemente assustador", relatou. EFE