PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Portugal começará a vacinar crianças de 5 a 11 anos de idade

07/12/2021 17h36

Lisboa, 7 dez (EFE).- A Direção Geral de Saúde (DGS) recomendou nesta terça-feira a vacinação contra a covid-19 em Portugal de todas as crianças com idades de cinco a 11 anos, com prioridade para aquelas que tenham comorbidades.

Em comunicado, o órgão indicou que os menores receberão a aplicação do imunizante produzido pela Pfizer, que foi tem autorização da Agência Europeia do Medicamento (EMA, pela sigla em inglês).

A DGS não informou hoje a data em que começará o processo de vacinação das crianças, mas garantiu que a comunicação será feita nesta sexta-feira.

O órgão indicou que tomou a decisão "com base nos dados disponíveis", com avaliação dos riscos e benefícios, que se mostram favoráveis à imunização deste grupo etário.

A DGS confirmou, inclusive, que o número de casos de covid-19 em criança "está em alta", com a maioria dos menores que passam pela infecção apresentando sintomas leves, inclusive, aqueles com comorbidades.

De acordo com boletim apresentado hoje pela Direção Geral de Saúde, em Portugal, 8.599.115 pessoas completaram o esquema de vacinação, e 1.602.356 de habitantes já receberam a dose de reforço.

Atualmente, a incidência acumulada no país é de 410 casos para cada 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Desde o início da pandemia, no território português foram notificados 1.172.420 de positivos para a infecção pelo novo coronavírus e 18.572 mortes por covid-19.

Atualmente, em Portugal, está vigente o estado de calamidade, nível de alerta que só está abaixo do estado de emergência e resulta em restrições de acesso à ambientes fechados e recomendação de trabalho não presencial. EFE