PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Venezuela ativa todas suas agências de segurança para enfrentar onda tropical

27/06/2022 21h42

Caracas, 27 jun (EFE).- O ministro do Interior da Venezuela, Remigio Ceballos, afirmou nesta segunda-feira que está mantendo todas as agências de segurança do país em alerta por conta de uma onda tropical que afetará a costa nordeste do país entre terça e quarta-feira.

"Temos todo o sistema de gestão de risco ativado, as autoridades e a autoridade marítima para todas as previsões para os navegantes (...) também para as previsões com a Defesa Civil e bombeiros para atender qualquer emergência que seja necessária", explicou Ceballos em um vídeo postado na conta do Ministério do Interior no Twitter.

O presidente do Instituto Nacional de Meteorologia e Hidrologia (Inameh), José Pereira, indicou no mesmo vídeo que essa onda tropical tem 90% de chance de se tornar uma "depressão tropical".

"Mantém ventos de 56 quilômetros por hora, vento sustentado (...) e pode causar ondas na costa leste do país, por isso aqui do Inameh estamos monitorando constantemente a evolução para as próximas horas", acrescentou.

Pereira disse que na tarde de terça ou quarta-feira chegará à parte oriental da ilha de Margarita, no estado de Nueva Esparta.

O Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos monitora três sistemas na bacia do Atlântico, um dos quais, localizado no Atlântico tropical central, pode se tornar um ciclone nos próximos dias e afetar as Ilhas de Barlavento e partes da Venezuela.

De acordo com o NHC, uma onda tropical se formou 1.448 quilômetros a leste-sudeste da parte sul das Ilhas de Barlavento (Granada, Martinica, Santa Lúcia, Barbados, Guadalupe, Dominica, Trinidad e Tobago, entre outras), que tem 70% de chance de ser uma tempestade nomeada em 48 horas e 90% de chance nos próximos 5 dias.

De acordo com essa previsão, é provável que uma depressão tropical se forme nos próximos dias, antes que o sistema chegue às Ilhas de Barlavento na noite de terça-feira ou possivelmente à medida que se move para oeste pelo sul do Mar do Caribe, de quarta a sexta-feira.

A agência indicou ainda que chuvas fortes locais são possíveis sobre as Ilhas de Barlavento e a costa nordeste da Venezuela na noite de terça e quarta-feira. EFE