PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Ministro da Educação britânico comandará o Ministério da Economia

05/07/2022 22h44

Londres, 5 jul (EFE).- O até então ministro da Educação do Reino Unido, Nadhim Zahawi, será o novo chefe da Economia, após a renúncia de Rishi Sunak, enquanto o chefe de gabinete, Steve Barclay, substituirá Sajid Javid no comando do Ministério da Saúde.

Sunak e Javid renunciaram aos respectivos cargos nesta terça-feira em desacordo com a gestão do primeiro-ministro, Boris Johnson, e foram substituídos por dois dos principais aliados do premiê no governo.

Em meio às trocas, a ministra do Ensino Superior, Michelle Donehan, assumirá a pasta da Educação, segundo o comunicado governamental.

As nomeações demoraram mais de quatro horas para serem oficializadas, período maior que o habitual em casos de ministérios tão relevantes.

Uma fonte de Downing Street revelou à Agência Efe que Zahawi ameaçou deixar o governo e se unir aos "rebeldes" caso Johnson não aceitasse colocá-lo na Economia. A intenção inicial do premiê era escolher a ministra das Relações Exteriores, Liz Truss.

No fim, Zahawi, de 55 anos, venceu a queda de braço, segundo a imprensa local, e ficará com uma das pastas mais importantes do governo, automaticamente sendo cotado a sucessor de Johnson.

O nome de Zahawi se popularizou no Reino Unido a partir de novembro de 2020, como ministro de Vacinação e grande responsável pela eficaz campanha de vacinação contra a covid-19 no país.

Johnson anunciou nesta terça-feira que no dia seguinte revelará os detalhes "do maior corte fiscal de uma década", mas ainda não se sabe se o plano está mantido com Zahawi.

Barclay, de 50 anos, é um dos colaboradores mais leais de Johnson, que o colocou à frente do departamento do gabinete para tentar colocar ordem no funcionamento interno de Downing Street.

Donelan, de 38, se torna ministra pela primeira vez, após dois anos como responsável pelas universidades no governo e sete anos como deputada. EFE