UOL Notícias Infográficos

Famosos citam nazismo e acabam tendo que se desculpar

O cineasta Lars von Trier não foi o primeiro famoso a fazer polêmica sobre o nazismo. Veja mais casos:

  • Danilo Gentili

    O humorista fez uma piada no Twitter sobre campos de concentração para provocar os judeus de Higienópolis, bairro de São Paulo. Gentili teve de se desculpar com a comunidade judaica da cidade. Saiba mais

  • John Galliano

    O estilista John Galliano foi flagrado em um vídeo elogiando o nazismo. Bêbado, Galliano disse que amava Hitler. Indignada, a grife Christian Dior acabou demitindo o estilista. Saiba mais

  • Bernie Ecclestone

    O chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, elogiou o ditador Adolf Hitler e revelou sua preferência pelos regimes totalitários em relação às democracias, em entrevista feita em 2009. Saiba mais

  • Príncipe Harry

    Em 2005, o príncipe Harry usou um uniforme nazista em uma festa à fantasia e obrigou a família real britânica a fazer um pedido público de desculpas. Saiba mais

  • Bryan Ferry

    O cantor Bryan Ferry, ex-líder da banda Roxy Music, elogiou artistas ligados ao nazismo, como a cineasta Leni Riefenstahl e o arquiteto Albert Speer e teve de se desculpar aos fãs

  • Sebastian Piñera

    O presidente do Chile, Sebastián Piñera, cometeu uma gafe ao assinar o livro de visitas do governo da Alemanha com uma citação do antigo hino alemão considerado nazista. Saiba mais

  • Papa Bento 16

    Em visita ao Reino Unido, o papa Bento 16 comparou o ateísmo ao nazismo. "Uma tirania nazista tenta erradicar Deus da sociedade", afirmou. Saiba mais

  • Lars von Trier

    O cineasta Lars von Trier foi considerado persona non grata pelo Festival de Cannes depois de dizer que "compreendia Hitler". O dinamarquês se desculpou dias depois. Saiba mais

Deixe sua opinião

Hospedagem: UOL Host