UOL Notícias Internacional
 

25/03/2009 - 14h20

A crise está me entusiasmando, e eu quero lutar, diz Lula à "Newsweek"

[selo]
Do UOL Notícias
Em São Paulo
Em entrevista publicada na edição desta semana da revista "Newsweek", Lula afirmou que a crise financeira global, de certa maneira, o incentiva enquanto presidente: "eu estava ficando um pouco desapontado com a vida política. Estou no sexto ano como presidente, e você começa a se cansar. Mas esta crise é quase como algo - algo provocante para nós, para acordarmos. Está me entusiasmando. Eu quero lutar".

  • Reprodução/Newsweek

    Início da entrevista do presidente Lula à 'Newsweek'

O título da matéria diz "Lula Wants to Fight" ("Lula quer lutar"), seguido por "Invigorated by the crisis, Brazil's president says he's praying for Obama" (revigorado pela crise, presidente do Brasil diz que reza por Obama").

Na entrevista, o editor Fareed Zakaria fez perguntas como "Você é provavelmente o líder mais popular no mundo, com 80% de aprovação. Por quê?". O presidente respondeu que "nós tentamos provar que era possível desenvolver crescimento econômico simultaneamente com melhora na distribuição de renda" e concluiu com "os pobres no Brasil estão agora menos pobres, e isso é tudo que nós queremos".

Em outra pergunta, a "Newsweek" aborda a questão da liderança brasileira na América do Sul: "Você é um grande símbolo da democracia nas Américas, mas ainda assim alguns dizem que se cala enquanto Chávez destrói a democracia na Venezuela. Por que não falar?'".

"Nós podemos não concordar com a democracia venezuelana, mas ninguém pode dizer que não há democracia na Venezuela", respondeu Lula. "Ele (Chávez) passou por cinco, seis eleições. Eu tive apenas duas."

Em outros trechos da entrevista, o presidente brasileiro voltou a temas recorrentes e contou que disse a Barack Obama rezar mais pelo presidente norte-americano do que por ele mesmo; que tinha uma boa relação com George W. Bush, mas que havia problemas políticos; e que o Brasil deveria ter uma vaga permanente no Conselho de Segurança da ONU, e a África, uma ou duas vagas.

Leia a íntegra da entrevista (em inglês) aqui.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host