Brasil: Governo vai investir 160 ME em obras de recuperação de auto-estradas

São Paulo, Brasil, 30 Dez (Lusa) - O governo brasileiro vai investir 440 milhões de reais (160 milhões de euros) na recuperação de auto-estradas em todo o país, anunciou hoje o ministro dos Transportes, adiantando que as obras em 26 mil quilómetros começarão a 09 de Janeiro.

Alfredo Nascimento informou igualmente que as obras não serão objectos de concursos públicos porque a maior parte das auto-estradas encontra-se em péssimo estado de conservação.

"Todas as auto-estradas que precisam, vão receber obras do governo", disse após um encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Brasília.

O ministro voltou a afirmar que o governo brasileiro planeia realizar um concurso público para privatização de outros três mil quilómetros de auto-estradas em Janeiro.

As auto-estradas estão localizadas nos Estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraná e Santa Catarina, nas regiões Sudeste e Sul do Brasil.

Essas auto-estradas são consideradas pelos especialistas do sector as mais rentáveis do Brasil para os investidores privados por causa do grande tráfego registado de veículos.

As projecções do ministério dos Transportes indicam que os vencedores dos concursos terão que investir 14,5 mil milhões de reais (5,2 mil milhões de euros) no prazo de 25 anos dos contratos de concessão.

A regra do concurso público inclui duas etapas, sendo que na primeira delas classificam-se as empresas que apresentarem os menores valores para a cobrança de portagens.

Na segunda fase, as empresas classificadas na primeira etapa vão apresentar ofertas financeiras para assumir o controlo da concessão.

A empresa vencedora será, portanto, a que apresentar a menor portagem e a maior oferta financeira pela concessão.

Actualmente, o Brasil tem 36 concessionárias privadas que administram cerca de 9,7 mil quilómetros de auto-estradas em todas as regiões do país.

A Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR), participada em 17,9 por cento pela portuguesa Brisa, é a líder do sector, com seis concessionárias, num total de 1.455 quilómetros de auto-estradas.

A CCR tem 28,9 por cento de seu capital no mercado bolsista e o controlo é dividido entre os grupos brasileiros Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa e Serveng-Civilsan e a portuguesa Brisa.

MAN.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos