Embraer anuncia suspensão da montagem de aviões nos EUA

São Paulo, Brasil, 13 Jan (Lusa) - A construtora brasileira Embraer, que controla a portuguesa OGMA, anunciou hoje a suspensão da montagem de aviões em Jacksonville (Florida), nos EUA, depois do Exército norte-americano ter cancelado o programa Aerial Common Sensor (ACS).

Este contrato, que poderia ascender a 10 mil milhões de dólares, incluía a venda de 58 aeronaves e representaria a entrada da fabricante brasileira no mercado de defesa norte- americano.

"Devido ao facto de a nossa capacidade em ocupar a instalação e ter funcionários depender de contratos, os planos da Embraer para Jacksonville, conforme anunciado em Junho de 2003, ficam suspensos", refere a empresa em comunicado.

A Embraer integra o consórcio liderado pela Lockheed Martin e pela Harris Corporation que venceu o concurso público nos EUA para o fornecimento de aeronaves de inteligência.

Os aviões ERJ-145 da Embraer serviriam de plataforma para o novo sistema ACS de inteligência, vigilância e reconhecimento em campo de batalha, encomendado pelo Exército e pela Marinha dos Estados Unidos.

O concurso público, que demorou cerca de dois anos para ser concluído, foi um dos maiores ganhos pela empresa brasileira.

Em Dezembro de 2004, a Embraer, em conjunto com a European Aeronautic Defense and Space Company (EADS), venceu o concurso público de privatização da OGMA - Indústria Aeronáutica de Portugal.

O fabricante aeronáutico brasileiro Embraer detém 99 por cento do consórcio Airholding, vencedor do concurso de privatização da OGMA, e o grupo europeu EADS o restante do capital.

O consórcio Airholding recebeu a aprovação das autoridades da concorrência de Portugal, Alemanha e Itália, em Março de 2005.

Em 2002, a Embraer criou uma joint-venture com as empresas chinesas Harbin Aircraft e a Hafei Aviation Industry.

A Harbin Embraer Aircraft, resultado de um investimento de 25 milhões de euros, fica na cidade de Harbim, capital da província de Heilongjiang.

MAN.

Lusa/Fim.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos