Europa cada vez mais procurada por mulheres que imigram sozinhas

Lisboa, 22 Fev (Lusa) - A investigadora do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa Karin Wall revelou hoje que a Europa é cada vez mais procurada por mulheres de outros continentes que imigram sozinhas.

Esta é uma conclusão da Comissão Europeia, que para tal encomendou um estudo a sete países europeus, entre os quais Portugal, sobre as características das "novas" mulheres imigrantes, disse à Agência Lusa Karin Wall.

A investigadora responsável pelo estudo em Portugal explicou que há exemplos em todos os países da União Europeia (UE) de mulheres de outros continentes que procuram o espaço europeu para trabalhar especialmente como empregadas internas.

Segundo a investigadora portuguesa, essas mulheres vêm trabalhar para Europa para cuidar de crianças ou de idosos.

As "novas imigrantes" na UE têm na maioria filhos, que são deixados nos países de origem ao cuidado dos pais, no caso de serem casadas, ou com os avós, quando são solteiras ou divorciadas.

Como exemplo, Karin Wall referiu que Portugal é essencialmente procurado por mulheres oriundas do Brasil ou de Cabo Verde e que a Irlanda é escolhida por enfermeiras filipinas que vão cuidar de idosos.

Nos anos 70 era o homem que chegava primeiro à Europa e só depois imigrava a mulher e os filhos no âmbito do reagrupamento familiar, disse, ao adiantar que actualmente o fluxo migratório para o velho continente é essencialmente feminino.

A Comissão Europeia decidiu encomendar estudos em sete países no sentido de saber quem são "estas mulheres que cada vez mais imigram sozinhas para a Europa", sublinhou a investigadora.

O projecto "Female Migration Vision", financiado pela União Europeia, decorre simultaneamente em Portugal, Itália, Irlanda Dinamarca, Suécia, Polónia e Letónia.

Em Portugal o estudo "Mulheres Imigrantes em Portugal:

trajectórias, principais características e problemas" vai ser apresentado quinta-feira no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa.

CMP.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos