China diz já ter fechado 6 fábricas de DVD pirata em 2006

Pequim, 27 Mar (Lusa) - As autoridades chinesas prometeram hoje em Pequim intensificar a cooperação com governos estrangeiros na luta contra a pirataria e violação de propriedade intelectual.

A promessa foi feita poucas semanas antes da visita ao Estados Unidos do presidente chinês, Hu Jintao.

O governo chinês afirma ter destruído 17 fábricas de DVDs piratas em 2005. Desde o início deste ano, foram destruídas seis outras indústrias, afirmou hoje Gong Zheng, vice-ministro das Alfândegas, em coletiva de imprensa.

"No futuro, teremos uma atitude mais ativa e aberta na cooperação com autoridades alfandegárias estrangeiras", adiantou o responsável.

Acredita-se que a China seja o maior centro mundial de produção mercadorias pirata, que o governo norte-americano estima que custem aos produtores legítimos bilhões de dólares por ano, em vendas perdidas.

A visita de Hu Jintao aos Estados Unidos está agendada para 24 de abril.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos