Brasil sofre gol após quatro jogos, mas goleia Japão

Dortmund, 22 Jun (Lusa) - O Brasil sofreu hoje o primeiro gol após quatro partidas em Copas do Mundo sem ser vazado, mas depois goleou o Japão por 4 a 1, garantindo, em Dortmund, o primeiro posto do grupo F.

Keiji Tamada imitou o inglês Michael Owen, que há quatro anos, nas quartas-de-final da Copa Coréia do Sul/Japão inaugurou o placar de Inglaterra x Brasil, mas depois o marcador foi invertido por Rivaldo e Ronaldinho Gaúcho, então orientados pelo atual treinador de Portugal, Luiz Felipe Scolari.

Seguiram-se as vitórias sobre Turquia e Alemanha, nas semifinais e na final da Copa de 2002, respectivamente, e os triunfos, já nesta Copa, sobre Croácia e Austrália.

Esta foi a 10ª vitória consecutiva do Brasil em Mundiais, enquanto a última derrota remonta à final perdida em 1998 diante da anfitriã França.

O jogo

Já no início do jogo, o goleiro Yoshikatsu Kawaguchi precisou atuar para evitar o gol brasileiro em finalizações de Ronaldo, Robinho e Juninho Pernambucano, enquanto o Japão marcou na única finalização certa dentre as quatro que havia tentado.

Num rápido contra-ataque, aos 34 minutos, o lateral esquerdo de origem brasileira Alessandro Santos, perante a inércia dos brasileiros, lançou Keiji Tamada e o atacante nipônico, já na grande área, rematou forte e colocado no canto superior direito da baliza guardada por Dida, inaugurando o marcador.

Porém, nos descontos do primeiro tempo, Ronaldinho Gaúcho lançou Cicinho e este descobriu Ronaldo, na segunda trave. O atacante do Real Madrid aproveitou o contra-pé dos jogadores de defesa do Japão e empatou a partida, de cabeça, após 11 finalizações brasileiras (seis certas).

Já na segunda etapa, Juninho Pernambucano, com um remate muito forte, contando com a falha do goleiro Kawaguchi, pôs o campeão mundial em vantagem.

Aos 14 minutos, Gilberto recebeu de Ronaldinho Gaúcho e rematou rasteiro e cruzado, aumentando para 3 a 1 a vantagem do Brasil, que tenta um sexto título mundial. Ronaldo marcou novamente aos 36, após tabela com o zagueiro Juan.

Com este seu segundo gol, o criticado atacante do Brasil igualou o alemão Gerd Mueller, com 14 tentos, como o maior artilheiro em Copas.

Nas oitavas-de-final, o Brasil, vencedor de seu grupo com três triunfos em três jogos, enfrenta terça-feira Gana, segundo da chave vencida pela Itália, igualmente no Estádio Vestefália, em Dortmund, às 12h (horário de Brasília).

O Japão encerrou sua participação na última posição do Grupo F, atrás de Croácia e Austrália, classificada pela primeira vez para a fase seguinte nesta sua segunda participação em Copas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos