Volante Costinha, 31, descarta se aposentar da seleção lusa

Munique, 05 Jul (Lusa) - O volante português Costinha, de 31 anos, descartou a possibilidade de se aposentar da seleção portuguesa. O jogador fez a declaração após a derrota lusa frente à França, por 1 a 0, nas semifinais da Copa do Mundo.

"Deixo a seleção quando os responsáveis entenderem que já não sirvo para a seleção. Não há aposentar, nem deixar de aposentar. Se entender que sou útil, virei e estarei aqui para ajudar os mais novos", afirmou.

Sobre o jogo contra a França, Costinha se mostrou triste com a derrota. "Não há história nenhuma que fale dos terceiros, dos quartos e dos quintos. Falam dos primeiros. Infelizmente, não conseguimos atingir esse objetivo", disse.

O volante elogiou a atuação de Portugal. "Durante o jogo não fomos inferiores à equipe francesa. Não me recordo de termos sofrido muitos ataques. Acho que houve um controle das duas equipes no meio-campo, com a tendência mais favorável à seleção portuguesa, também devido ao fato de termos ficado em desvantagem no placar", avaliou.

"Perdemos em um lance de bola parada, que era um lance para o qual já estávamos avisados. Infelizmente, aconteceu, mas isso não vai tirar, de maneira alguma, nem o brio, nem a ambição, nem sequer a atuação que os jogadores portugueses tiveram desde o início das eliminatórias até hoje", disse o jogador.

Assim como alguns de seus colegas e o técnico Luiz Felipe Scolari, Costinha reclamou da arbitragem. "Não vi o árbitro marcar faltas contra a França perto de sua área, nem mostrar amarelos aos jogadores franceses. Foi tudo contra Portugal, talvez porque somos um país muito pequeno".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos