Número de refugiados no Timor segue aumentando, diz ONU

Nova Iorque, 22 Mar (Lusa) - O número de refugiados no Timor Leste continua aumentando, sobretudo na capital Díli, apesar de a crise política e militar ter perdido intensidade, indica nesta quinta-feira um relatório informal da missão da ONU no país.

Segundo Michele Montas, porta-voz das Nações Unidas, o documento afirma que, desde janeiro deste ano, chegaram a Díli mais oito mil refugiados internos, aumentando o total de 29 mil para 37 mil, com a missão da ONU alertando para possível escassez de alimentos.

Montas acrescentou que a Missão Integrada das Nações Unidas no Timor Leste (Unmit, na sigla em inglês) está "preocupada" com o aumento significativo de refugiados, o que pode comprometer os estoques de arroz existentes na capital timorense.

Milhares de cidadãos do território lusófono deixaram suas casas nos últimos meses devido a atos de violência em Díli e em várias outras cidades, embora a Unmit tenha afirmado que, ao longo da última semana, poucos foram os incidentes ocorridos, adiantou a fonte.

Desde o início do ano a Polícia das Nações Unidas (Unpol, em inglês) tem realizado inúmeras patrulhas em Díli, para conter os atos de violência que tiveram início em maio de 2006 com uma crise político-militar.

Em agosto do ano passado, as Nações Unidas criaram a Unmit para tentar restaurar a lei e ordem no país e criar condições de segurança para a realização de eleições presidenciais, marcadas para 9 de abril, e legislativas, previstas para junho.

A porta-voz das Nações Unidas, sempre citando o "relatório informal" do órgão como fonte, afirmou que o Timor está ainda sofrendo as conseqüências da praga de gafanhotos que afeta os distritos de Bobonaro e Ermera, a oeste de Díli, e onde já foram destruídos 4.500 hectares de terrenos cultivados.

A praga de gafanhotos, alertou Montas, poderá agravar ainda mais a já precária situação alimentar em todo o país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos