Portugal quer novo ciclo de cooperação com Timor-Leste

Lisboa, 16 nov (Lusa) - O primeiro-ministro, José Sócrates, afirmou hoje que Portugal está disponível para lançar um novo ciclo na cooperação com Timor-Leste, visando consolidar as instituições democráticas e o ensino do idioma português neste país.

As declarações de José Sócrates foram proferidas após ter recebido em São Bento o presidente da República de Timor-Leste, Ramos-Horta, encontro em que também esteve presente o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado.

José Sócrates disse que, durante o almoço com Ramos-Horta, teve a oportunidade de transmitir a intenção portuguesa de "dar um novo impulso à cooperação com Timor-Leste".

"Estamos muito satisfeitos com a evolução registrada em Timor-Leste" e Portugal "está em condições de iniciar uma fase mais ambiciosa na cooperação" com este país, vincou o chefe do Governo português.

O primeiro-ministro especificou depois que as prioridades da cooperação serão dirigidas para "a consolidação das instituições democráticas timorenses e também para a área da educação, que é vital para o futuro de Timor-Leste".

Segundo Sócrates, as áreas da educação, da justiça e da cooperação técnica "são fundamentais" para o futuro do Estado timorense.

"Temos uma grande vontade de estar à altura da nossa história comum, tendo uma cooperação que honre essa mesma história", acrescentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos