Líder diz que participação popular ajuda governo de Macau

Macau, 31 Dez (Lusa) - O chefe do Executivo de Macau, Edmund Ho, afirmou que a "expressão livre de vontades e idéias" da população tem sido um "estímulo" para o governo do território chinês.

Numa mensagem de ano novo dirigida à população de Macau, o líder do governo disse que em 2007 a "estratégia de desenvolvimento" definida "evoluiu de uma fase de mera concepção de idéias para uma fase de realização preliminar dos objetivos de construção de uma sociedade próspera".

"A participação ativa da população nos assuntos públicos e sua expressão livre de vontades e idéias têm exercido um importante papel de estímulo para o governo ganhar força para vencer os grandes desafios", disse.

"A confiança mútua, a interação e a cooperação entre os cidadãos e o governo foram fatores que nos ajudaram a ajustar medidas, no sentido de acompanhar o processo de evolução da sociedade", afirmou Ho.

Para 2008, o governante quer reforçar a diversificação do setor do turismo e lazer em "articulação com a expansão dos ramos de atividade conexos, contribuindo para a estabilidade da situação favorável de emprego".

"Face às exigências do crescimento do mercado, é natural que a população não-residente assumirá uma composição mais diversificada, contribuindo para a recuperação de mais setores de consumo ou a conquista de maiores êxitos", disse.

Em sua mensagem, Edmund Ho prometeu ainda "medidas flexíveis e integradas para sanar os impactos negativos da inflação sobre a vida das pessoas, prevenindo e resolvendo os diversos problemas sociais".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos