Embaixada dos EUA em Lisboa evita comentar suposto espião

Lisboa, 07 Jan (Lusa) - A Embaixada dos Estados Unidos em Lisboa não quis comentar o pedido de asilo político de um cidadão norte-americano apresentado às autoridades portuguesas.

Com passaporte dos EUA, o norte-americano está desde 2002 em Portugal, tendo pedido asilo político ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) em 2005. A solicitação também foi rejeitada no recurso apresentado posteriormente no Comissariado Nacional para os Refugiados.

Atualmente com um passaporte emitido em nome de Daniel Jaffe, o homem diz se chamar Kenneth Alan Turing e aguarda que a Ordem dos Advogados indique um advogado para tratar da apresentação de novo recurso, desta vez no Tribunal da Relação de Lisboa.

O norte-americano diz ser um cientista especializado em comunicações e ter sido um dos autores do sistema de espionagem internacional Echelon, além de afirmar ter trabalhado para a Agência Nacional de Segurança (NSA) norte-americana e também para a CIA.

O suposto espião afirma ter sido detido por forças especiais americanas e sofrido vários anos de cativeiro por suspeita de ter se tornado um agente duplo quando permaneceu no Iraque, na época ainda governado por Saddam Hussein.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos