Entidade vai processar rodeio irregular realizado em Portugal

Lisboa, 8 set (Lusa) - Uma associação portuguesa de defesa dos animais anunciou que vai entrar com "ações judiciais contra todas as partes envolvidas" na realização de um rodeio na Feira do Cavalo de Estói, na província portuguesa de Algarve (sul de Portugal), que contrariou uma proibição do Tribunal de Faro.

"A Animal vai lançar imediatamente com procedimentos judiciais para responsabilizar todas as partes envolvidas neste escândalo pelos acontecimentos ilícitos ocorridos na noite de sábado em Estói", disse a associação de defesa dos animais em comunicado.

O Tribunal de Faro proibiu na última sexta-feira a realização de um "rodeio brasileiro", espetáculo que fazia parte do programa do evento

A proibição foi decidida após uma providência cautelar tomada pela associação Animal, que classificou os "rodeios" como espetáculos cruéis, que não respeitam os animais.

O presidente da Associação Portuguesa de Rodeio, José Manuel Carvalho, admitiu que a organização iria prosseguir com o rodeio, alegando que o evento não cometia nenhuma "ilegalidade".

Carvalho acrescentou que o rodeio preparado incluía apenas "montadas em cavalos e touros bravos", sem maus tratos aos animais.

O presidente da Associação Animal, Miguel Moutinho, considera, no entanto, a realização do rodeio como um caso "absolutamente escandaloso" e critica, no comunicado, a GNR de Faro, por não acatar a proibição decretada pelo tribunal.

"O que o comandante do posto da GNR (Guarda Nacional Republicana) de Faro está fazendo é absolutamente ilegítimo e censurável", acrescentando que "todos os princípios constitucionais do estado de direito e do poder e funcionamento dos tribunais foram postos em xeque pela GNR de Faro".

"E, como se não bastasse a atuação da GNR, o fato da Junta de Freguesia de Estói, um organismo do Estado, ter co-protagonizado todo este episódio é extremamente grave", conclui.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos