Lusófonos querem sistema de educação no idioma português

Lisboa, 31 out (Lusa) - A criação de uma Comunidade Educativa de Língua Portuguesa e mais investimentos técnicos e pedagógicos são prioridades estratégicas propostas pelos participantes de um simpósio sobre educação à distância nos países de língua portuguesa, que terminou nesta sexta-feira em Lisboa.

No documento, intitulado "A Educação à Distância como Fator de Desenvolvimento", os participantes do simpósio afirmam que a "consolidação de uma Comunidade Educativa de Língua Portuguesa, no seio da CPLP [Comunidade dos Países de Língua Portuguesa], levará à consagração de uma instância decisiva de reforço comunitário".

No quadro da CPLP, "deve ser sublinhado o valor coesivo da educação em língua portuguesa", lê-se no documento aprovado no 1° Simpósio de Educação à Distância dos Países de Língua Oficial Portuguesa.

"Esse valor coesivo joga em favor do reforço de uma comunidade consagrada pelo idioma (?), para a ativação de projetos de cooperação transnacionais na área da educação e para a solidária afirmação do processo educativo como fator de desenvolvimento", acrescenta.

Os participantes no simpósio defendem que, "mesmo em países desenvolvidos, não cessa de crescer a importância da educação a distância", o que é comprovado pelos "cerca de 100 milhões de estudantes" que estudam atualmente nesse sistema.

Quanto aos investimentos técnicos e pedagógicos, a proposta destaca a sua importância "para que todos tenham acesso às mais desenvolvidas e eficazes metodologias de ensino a distância".

"Só assim se impedirá que se agravem, neste domínio como noutros, as diferenças entre graus de desenvolvimento distintos, diferenças que sempre produzem efeitos de menorização e de exclusão", lê-se no documento.

A última prioridade estratégica proposta refere-se à Língua Portuguesa e pretende acentuar a importância do "idioma comum".

"Devemos privilegiar atuações que, sem prejuízo de singularidades tão legítimas como inderrogáveis, dêem efetivo conteúdo à dimensão de uma comunidade de falantes distribuídos por vários continentes", segundo o documento aprovado.

O 1° Simpósio de Educação à Distância dos Países de Língua Oficial Portuguesa foi organizado pela Universidade Aberta e ocorreu quinta-feira e hoje, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos