Nobel da Paz pede afastamento de Mugabe 'por bem ou mal'

Johannesburgo, 5 dez (Lusa) ? O prêmio Nobel da Paz, o arcebispo sul-africano Desmond Tutu pediu ao mundo que use a força militar para afastar Robert Mugabe do poder no Zimbábue se ele não o fizer voluntariamente.

Para Tutu, a comunidade internacional deve ameaçar seriamente o presidente zimbabuano com um processo-crime no Tribunal Internacional de Haia por violações dos direitos humanos para o forçar a abandonar a presidência.

Em entrevista ao programa Nova da televisão holandesa, o prêmio Nobel da Paz e velho crítico de Robert Mugabe acusou o ditador zimbabuano de ter destruído o país que já tinha sido próspero em outro momento.

"Ele (Mugabe) destruiu um país lindo. Um país que já foi um celeiro da região e que é hoje um país devastado", disse Tutu.

Questionado se Mugabe deveria ser afastado pela força, o clérigo respondeu que quer a União Africana quer a Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) têm capacidade para o fazer.

"Sim, pela força. Se lhe disserem demita-se e ele se recusar a fazê-lo, deveriam afastá-lo militarmente", frisou.

Com uma economia e um aparelho de Estado paralisado, o Zimbábue registra agora uma epidemia de cólera que já matou mais de 560 pessoas e alastra para a vizinha África do Sul.

Mais de quatro milhões de zimbabuanos já fugiram para países vizinhos, enquanto Mugabe (que perdeu as eleições presidenciais de 29 de março) e o líder do MDC, Morgan Tsvangirai, continuam divergindo sobre a constituição de um governo de unidade nacional, imposto pela SADC como forma de legitimar o poder no país.

A taxa de inflação já ultrapassou os 231.000.000% anuais, sendo que a grande maioria dos estabelecimentos comerciais do país estão desabastecidos e mais de cinco milhões de habitantes necessitam de auxílio alimentar de emergência nos próximos meses.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos