Após desastre, Rochemback marca e Sporting passa rival

Lisboa, 14 mar (Lusa) - O Sporting reagiu neste sábado bem à vexatória derrota europeia (7 a 1) sofrida frente ao Bayern de Munique, ao impor-se com segurança ao Rio Ave, por 2 a 0, em jogo da 22ª rodada do Campeonato Português.

Os gols de João Moutinho (22 minutos) e Rochemback (nos acréscimos do primeiro tempo) permitiram ao Sporting ultrapassar o Benfica no segundo lugar da tabela, beneficiando da derrota (1 a 0) sofrida horas antes pelo rival lisboeta na recepção ao Vitória de Guimarães.

O Sporting ficou agora a apenas um ponto do líder Porto, que recebe domingo a Naval 1º de Maio, e soma mais um que o Benfica, apagando a má imagem deixada no encontro com os alemães, no duelo de volta das oitavas-de-final da Liga dos Campeões.

O aflito Rio Ave, 15º colocado, acabou por ser o adversário ideal para o Sporting "curar" algumas feridas, sobretudo depois da expulsão de Bruno Mendes, aos 45 minutos.

Apesar de se ter verificado o pior público da temporada em jogos da Liga portuguesa em Alvalade, os "leões" não se podem queixar da falta de apoio dos torcedores, após o desastre de Munique.

O momento conturbado que vive o Sporting levou a que alguns torcedores, fora da zona onde estava instalada a faixa "Juve Leo", tenham exibido cartazes onde se lia "vassourada" e "vergonha", removidos pela intervenção da polícia, o que provocou alguns desacatos entre os torcedores "leoninos".

Em relação ao jogo de Munique, o treinador do Sporting, Paulo Bento, fez quatro alterações, fazendo retornar Carriço, Caneira, Rochemback e Liedson, para os lugares de Tonel, Miguel Veloso, que nem foi convocado, Adrien e Yannick.

O Sporting entrou no jogo impondo um ritmo intenso, embora nem sempre com o devido discernimento, frente a um Rio Ave "atrevido", apostado em aproveitar a intranquilidade "leonina".

Os primeiros momentos do encontro foram jogados a meio-campo, tendo o gol inaugural surgido na primeira oportunidade, aos 22 minutos.

Quatro minutos depois de ter reclamado um pênalti, por mão de Bruno Mendes, o Sporting adiantou-se no marcador, num excelente arremate de pé esquerdo João Moutinho, à entrada da área, que não deu chances de defesa a Paiva.

Os "leões" soltaram-se um pouco com o gol e por duas vezes viram o goleiro vilacondense negar o segundo tento, primeiro a Izmailov (25 minutos) e depois a Vukcevic (34).

Apesar de o Rio Ave ter três jogadores mais adiantados, apenas o português Yazalde parecia capaz de criar algum perigo, como, aos 44 minutos, num lance em que tirou Caneira do caminho, mas o cruzamento encontrou Chidi um pouco atrasado.

Em cima do intervalo, o Sporting praticamente sentenciou o encontro, com o segundo gol, apontado por Rochemback, na cobrança de uma falta, num lance em que Bruno Mendes viu o segundo amarelo, deixando o Rio Ave com um jogador a menos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos