Na Austrália, Rosberg é o mais rápido no treino livre da F-1

Melbourne, Austrália, 27 mar (Lusa) - O alemão Nico Rosberg, da Williams, foi nesta sexta-feira o piloto mais rápido nas duas primeiras sessões de treinos livres para o Grande Prêmio da Austrália, primeira prova da Fórmula 1 da temporada deste ano.

Rosberg, de 23 anos e nono classificado no Mundial do ano passado, logrou 1.26,053 minuto na melhor das suas 36 voltas ao traçado do circuito de Melbourne, sul da Austrália.

A Williams, que soma sete títulos de pilotos e nove de construtores, já não vence uma prova desde 2004, somando 72 grandes prêmios consecutivos sem vitória.

O brasileiro Rubens Barrichello, da Brawn, e o italiano Jarno Trulli, da Toyota, completaram o pódio do primeiro dia de treinos livres, com tempo de 1.26,157 minutos e 1.26,350, respectivamente.

Os pilotos da Williams, Brawn e Toyota ocupam seis dos sete primeiros lugares - o único que se intrometeu foi o anfitrião Mark Webber (Red Bull), no quarto posto -, sendo que as três equipes estão sendo contestadas pelos rivais.

Na quinta-feira, Renault, BMW Sauber e Ferrari apresentaram uma reclamação contra as três formações, alegando desrespeito pelo novo regulamento aerodinâmico, mas a Federação Internacional do Automóvel (FIA) a rejeitou.

No entanto, os queixosos apresentaram recurso, que deverá ser analisado entre as provas da Malásia e China, agendadas para 5 e 19 de abril.

O ponto da discórdia diz respeito aos extratores, visíveis na traseira, que servem para fazer circular o ar e dar mais apoio ao carro, mas a FIA, que os declarou corretos na pré-temporada, rejeitou o protesto e reafirmou que Brawn, Toyota e Williams "estão de acordo com o regulamento".

Massa

Com o domínio a três, é preciso recuar a 10ª posição para encontrar a primeira das grandes "estrelas" e o primeiro carro equipe com o acumulador de energia KERS: o brasileiro Filipe Massa (Ferrari), vice-campeão do ano passado, ficou por 1.27,064 minuto.

O seu companheiro de equipe, o finlandês Kimi Raikkonen, foi 11º e o espanhol Fernando Alonso, da Renault, 12º, enquanto o britânico Lewis Hamilton, campeão de 2008, ficou no 18º posto, com 1.27,813 minutos.

"Não fomos tão rápidos como gastaríamos de ter sido, mas estamos a trabalhar no duro. Temos as coisas programadas e temos dados alguns passos em frente, pelo que estou contente com o que fizemos hoje", afirmou Hamilton.

Os treinos de classificação para o Grande Prêmio da Austrália acontecem no sábado e a corrida inaugural do Mundial de Fórmula 1 está agendada para domingo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos