Treinador do Porto diz que jogadores são 'fantásticos'

Porto, 10 mai (Lusa) - O treinador Jesualdo Ferreira destacou os jogadores "fantásticos" do Porto como os principais responsáveis pela conquista do tetracampeonato, garantido a duas rodadas do fim do Campeonato Português.

"Esta equipe foi fantástica. Os jogadores trabalharam muitos meses sob críticas serradas, toda a agente duvidou do seu valor, mas, ultimamente, já se dizia que era a melhor dos últimos anos", disse.

Ferreira reconheceu que o jogo com o Nacional, que terminou com a vitória dos dragões por 1 a 0, "não foi bom", mas foi disputado com "muito coração e determinação".

"A equipw está esgotada e a nossa ansiedade era muita, pois queríamos fazer a festa com os nossos sócios", afirmou Ferreira, que entra para a história como o primeiro treinador português a fazer o "tri".

Ferreira desvalorizou ter sido o primeiro luso a somar três títulos consecutivos e destacou o fato de "cinco jogadores se terem sagrado tetra, três tri, muitos bi e outros que foram campeões pela primeira vez".

Apesar das alterações feitas no time, em relação às temporadas anteriores, com a saída e entrada de novos jogadores, ele deixou claro: "o que nunca muda no clube é a determinação e a vontade de vencer".

"A vontade de vencer é o que nos rege todos os dias e a época ainda não acabou, pois temos dois jogos para vencer (até ao final da Liga) e uma Taça de Portugal para conquistar", afirmou Ferreira.

Metas

O treinador recordou ainda que tem outros objetivos para alcançar e números a bater, como a série de vitórias consecutivas, já que falta uma vitória fora de casa para estabelecer novo máximo histórico.

Jesualdo não quis levantar o véu sobre a sua eventual continuidade no Porto e destacou o entendimento perfeito com a SAD "azul e branca" e com o presidente do clube, Pinto da Costa.

O treinador formulou ainda um agradecimento especial a Antero Henriques, pela sua "capacidade e estratégia tremenda", à equipe técnica e ao departamento médico, reconhecendo ser difícil encontrar profissionais tão bons.

Adversário

Por outro lado, o técnico do Nacional, Manuel Machado, parabenizou o Porto pela conquista de mais um título e lamentou apenas que a sua equipe tenha sofrido o gol que ditou a derrota num lance de bola parada.

Machado defendeu que, juntamente com o Porto e Sporting, o Nacional foi um dos times que, pelo futebol que praticou, contribuiu para que o campeonato tivesse algum interesse.

Em relação ao jogo, ele afirmou: "já sabia que ia ser difícil, que o Porto ia tentar fazer a festa com os seus adeptos. O Nacional fez todos os possíveis para inverter o marcador".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos