Ex-cobrador de ônibus, brasileiro vibra com artilharia lusa

Lisboa, 25 mai (Lusa) - Anderson Miguel da Silva, o Nenê, começou a vida sendo cobrador de ônibus, mas aos 25 anos sagrou-se artilheiro do Campeonato Português ao marcar 20 gols na sua primeira temporada pelo Nacional da Madeira.

O atacante brasileiro chegou esta temporada a Portugal, proveniente do Ipatinga, clube que representava por empréstimo do Cruzeiro, e as suas duas dezenas de gols foram determinantes para o Nacional garantir o quarto lugar na competição.

Nascido em São Paulo em 28 de julho de 1983, Nenê anotou 20 dos 47 gols conseguidos pelo Nacional no campeonato (42,55% do total da equipe), registrando a média de 0,71 gols por jogo, com apenas um marcado de pênalti.

Ao longo do campeonato, atuou em 28 jogos, 23 dos quais completos, tendo sido utilizado pelo treinador Manuel Machado durante 2.496 minutos. Durante a temporada recebeu nove cartões amarelos.

Elogios

"Tecnicamente, é um jogador de média estatura, com 1,83 metros, relativamente rápido, com bastante mobilidade e um perfil de referência na área", afirma Manuel Machado.

Quanto aos seus "melhores atributos", o técnico do Nacional considera que Nenê "é um bom finalizador em qualquer tipo de circunstância, visto ter marcado gols de cabeça, de pé esquerdo e direito, de bola parada, quer de pênalti, quer de falta, o que faz dele um jogador completo".

Quanto à capacidade para ajudar a equipe nos momentos defensivos, é "um jogador moderno, voluntarioso, com grande disponibilidade física e de sofrimento e com um sentido coletivo muito apurado", mas Manuel Machado também salienta o seu caráter.

"É um rapaz tranquilo, com boa formação, grande humildade e comedido. Quando se juntam estas qualidades humanas às técnicas, temos um praticante com um perfil que só podemos considerar muito positivo, que se enquadra perfeitamente naquilo que é esta grande indústria do futebol nestes tempos modernos que vivemos", frisa.

Para o capitão Patacas, o artilheiro do Português "é um excelente jogador, fortíssimo na finalização", sendo "uma benefício" para o campeonato: "É um jogador que não fica estático, procura o seu espaço e tem uma mentalidade defensiva bastante boa".

Carreira

Antes de optar pela carreira de jogador, Nenê foi cobrador numa empresa de ônibus. Os primeiros pontapés na bola como profissional fizeram-no passar por São Bento, Riachuelo e Santa Cruz, antes de iniciar a ligação ao Cruzeiro que o levou ao Ipatinga.

O jogador despertou a atenção do Nacional, que lhe abriu as portas ao futebol europeu, mas o trajeto até à Madeira podia ter ocorrido mais cedo e por outra via.

No entanto, a observação feita ao jogador pelo Marítimo e o parecer negativo do técnico de então - o brasileiro Lori Sandri, despedido no meio desta temporada -, teriam impedido a sua contratação.

Artilharia

Nenê assume que era importante ser o artilheiro do Português logo na temporada de estreia, reconhecendo que esse feito poderá determinar uma mudança na sua carreira, mas em declarações prestadas à Agência Lusa antes da última rodada, o brasileiro citou que em primeiro lugar estava a equipe.

"É claro que gostaria de ser o melhor marcador, mas isso não é uma obsessão", afirmou antes de domingo marcar mais um gol - na derrota por 3 a 1 na visita ao Sporting - e terminar com três de vantagem sobre o benfiquista Óscar Cardozo e o sportinguista Liedson.

Para o atacante do Nacional, à frente dos seus objetivos pessoais, estavam, no entanto, os coletivos: "Primeiro está a equipe e o quarto lugar que nós pretendemos conquistar", frisou então.

Esta foi a primeira vez que um jogador do Nacional foi o artilheiro do principal campeonato luso: "É importante para mim, não tenho dúvidas, até porque a minha missão é marcar gols", reconhecia Nenê "a priori", embora frisasse que os seus colegas também estão preparados para marcar.

Ao avaliar os seus dois principais adversários, afirmou que "Liedson é um jogador de muita qualidade, um atacante que não por acaso tem feito boas temporadas no Sporting", enquanto Óscar Cardozo "é um jogador de área, que não se pode deixar livre, porque é muito perigoso".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos