Tecnologia tira 'emoção e magia' do futebol, diz dirigente

Lisboa, 18 jun (Lusa) - O presidente da Liga Inglesa e da Associação das Ligas Europeias de Futebol (EPFL), Dave Richards, defendeu que a introdução das novas tecnologias no futebol poderia "tirar a emoção e a magia do jogo".

A afirmação foi feita antes de uma conferência em Lisboa, organizada pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), com o tema "O estado atual e futuro do futebol: uma abordagem às novas tecnologias", que teve Dave Richards como orador.

"Há uma ideia errada sobre a utilização das novas tecnologias no futebol porque elas já são usadas", disse o presidente da Liga Inglesa, dando o exemplo dos aparelhos que permitem enviar um sinal sonoro ao árbitro pelos seus assistentes, dos auriculares para estes comunicarem entre si, e dos aparelhos que medem os quilômetros percorridos pelos jogadores.

Dave Richards lembrou que o futebol "é um jogo" e que é preciso "mantê-lo como tal" porque "muita tecnologia" torna o futebol "muito perfeito", o que retira "emoção, discussão e magia do jogo".

Assim sendo, disse que é preciso ter "muito cuidado" com o uso das novas tecnologias, na medida em que "é fundamental preservar a beleza do jogo".

Ligas europeias

Questionado sobre se o Campeonato Inglês é o melhor do mundo, Richards afirmou que "os ingleses nunca disseram que era" e que já ouviu considerá-la muitas vezes como tal, mas dito por responsáveis de outras ligas europeias.

"O que eu digo é que o Campeonato Inglês é mais rentável economicamente, quanto às outras vertentes depende muito da percepção das pessoas", declarou Richards, reconhecendo que o torneio "é muito bem organizado".

Sobre a transferência de Cristiano Ronaldo do Manchester United para o Real Madrid, Dave Richards discordou da ideia de que a saída do português vá tornar o Campeonato Inglês menos atrativo.

"O Cristiano Ronaldo é um jogador fantástico e foi um jogador fantástico no Campeonato Inglês, mas vamos continuar a ter grandes jogadores a competirem nela", contrapôs o dirigente inglês, para cair em contradição logo a seguir.

O dirigente disse que a competição "vai sentir a falta" de Ronaldo, mas hesitou uns segundos, antes de corrigir a ideia. "Não sei se iremos sentir a sua falta porque a nossa liga é um palco mundial, repleta de jogadores fantásticos".

Em relação ao montante de 94 milhões de euros pago pelo Real Madrid, invocou a "lei do mercado, com termos e condições" e o fato de os dois clubes terem achado que se tratou de "um bom negócio". "Se há clubes de outras ligas com capacidade para pagar mais dinheiro por um jogador, o que podemos fazer?".

Voltando à conferência, Sir Dave Richards justificou a sua presença em Portugal com a necessidade de "partilhar conhecimentos", confessando não saber responder o que os dois campeonatos (inglês e português) podem partilhar.

"Se a Liga Portuguesa quiser saber de regras, tenho muito gosto nisso porque temos um livro de regras que está disponível para o mundo todo, se quiser falar de organização, falarei de organização", disse o dirigente inglês.

Copa do Mundo

Finalmente, foi abordada a organização das Copas do Mundo 2018 e 2022, que contam com as candidaturas conjuntas entre Portugal e Espanha e também da Inglaterra. Dave Richards revelou que os ingleses já estão "trabalhando arduamente" nesse projeto.

Há uma equipe avaliando as condições e "as medidas a tomar", disse, para tornar a candidatura inglesa "muito forte e consistente", mas negando a ideia de que a Inglaterra está na pole position em relação às outras candidaturas.

"Acho que nenhuma delas leva vantagem neste momento e quem vai decidir são 24 membros do comitê de avaliação da Fifa", lembrou Richards, para quem a Inglaterra vai deixar "um legado ao mundo" se tiver a oportunidade de "organizar esse grande evento".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos