Traficante teria tentado aliciar chefe do exército guineense

Bissau, 26 jun (Lusa) ? Os narcotraficantes presentes na Guiné-Bissau tentaram aliciar o chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA) interino, Zamora Induta, com 10 milhões de euros, denunciou o próprio nesta sexta-feira à Agência Lusa.

"Na altura quando me fizeram essa proposta apanharam-me de surpresa. Eu não esperava que os narcotraficantes tivessem coragem demasiada de vir propor-me esse negócio", afirmou Induta, acrescentando que isso aconteceu logo após ter sido nomeado.

Ele explicou que depois, pensando nas condições de segurança para combater o narcotráfico, decidiu adiar a audiência para outro dia.

"Eu tive de adiar a audiência para outro dia para voltar a falar sobre esse assunto. Mas acho que eles não voltaram porque ouviram as minhas declarações e acabaram por desistir", disse.

"Eu contei a história a um amigo que até me perguntou se eu tinha noção do que é que são 10 milhões euros", afirmou o militar.

Questionado sobre as afirmações do governo norte-americano de que as guerrilhas colombianas podem estar envolvidas no narcotráfico na Guiné-Bissau, Induta afirmou que não "considera a questão nesse âmbito".

"Com guerrilha, sem guerrilha, é tráfico de droga e é preciso ser combatido", frisou.

"Eu disse à embaixadora dos EUA que estou disponível, dentro da missão das Forças Armadas, para combater o narcotráfico", disse.

"Ela disse-me que não tem confiança nas forças armadas, porque há sinais de que há militares envolvidos no tráfico", afirmou.

"E eu fui claro em dizer-lhe que eu recebi narcotraficantes aqui, logo após a nomeação, pensando que as coisas não tinham mudado", afirmou Induta, acrescentando que estão sendo pedidos meios para combater os traficantes.

Sobre se continua a haver militares envolvidos no comércio de entorpecentes, ele disse que não diz se "há militares ou não há militares".

"O que eu sei é que enquanto eu for CEMGFA não haverá nenhum militar envolvido no tráfico de droga", concluiu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos