Brasileiro é 3º caso de gripe A nos Jogos da Lusofonia

Lisboa, 17 jul (Lusa) - A comissão organizadora da segunda edição dos Jogos da Lusofonia, realizada em Lisboa, anunciou que foi detectado um terceiro caso confirmado de gripe A (H1N1) na competição, com um praticante brasileiro de taekwondo.

De acordo com o comunicado emitido pela organização, trata-se de um atleta brasileiro, de 26 anos, que acusou sintomas do vírus e ficou internado no Hospital Curry Cabral, em Lisboa, apesar de estar "clinicamente bem".

A organização do evento esclarece que "foram mais uma vez adotadas as medidas e ativados os mecanismos necessários para evitar a propagação do vírus".

"Os contatos próximos do jovem, todos eles assintomáticos, iniciaram já quimioprofilaxia, podendo, assim, manter a colaboração nos Jogos, sem que isso implique qualquer risco para os próprios e para os que os rodeiam", informa a nota.

O atleta brasileiro Eric Mancini, praticante de tênis de mesa, foi primeiro caso de gripe A (H1N1) na competição, no domingo, seguindo-se, na terça-feira, um voluntário.

O Brasil lidera o quadro de medalhas da segunda edição dos Jogos da Lusofonia, com 68 medalhas (32 de ouro, 19 de prata e 17 de bronze). Portugal vem na segunda posição, com 62 medalhas (21 de ouro, 30 de prata e 11 de bronze). No terceiro lugar, Angola soma 11 medalhas (3 de ouro, 2 de prata e 6 de bronze).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos