UOL Notícias Notícias
 

27/08/2009 - 13h02

Líder do ranking, judoca portuguesa é prata no Mundial

Roterdã, Holanda, 27 ago (Lusa) - Telma Monteiro teve nesta quinta-feira que se contentar com a medalha de prata na categoria de -57 kg do Mundial de judô, em Roterdã, na Holanda, ao perder na final, por yuko, para a francesa Morgane Ribout.

A judoca portuguesa repetiu a medalha de prata que tinha conquistado no Mundial do Rio de Janeiro, em 2007, então quando ainda competia nos -52 kg.

Telma Monteiro, líder do ranking mundial e atual campeã europeia, viu Ribout "desforrar-se" da derrota que tinha sofrido em abril, nas semifinais dos Europeu de Tbilissi, na Geórgia.

Na final fez o que lhe competia e, como em combates anteriores, atacou desde início, perante a passividade de Ribout, numa estratégia que, no entanto, viria a penalizar a portuguesa.

Até perto dos dois minutos de combate, a judoca do Benfica teve uma postura ofensiva perante uma adversária mais forte fisicamente e mais alta, que se apresentou expectante, numa atitude passiva e sem realizar ataques, mas o combate viria a definir-se, curiosamente, com uma penalização a Telma Monteiro.

Os juízes entenderam que a portuguesa fez um "falso ataque" e quando apenas ela tentava projetar, impondo um shido (castigo) a Telma, o que veio beneficiar em muito Morgane Ribout, sétima do ranking mundial.

Com o combate no meio, Telma, em desvantagem, começou a mostrar alguma ansiedade e, embora a judoca francesa também ainda recebesse um castigo, foi a atleta do Benfica que voltou a ser penalizada, vendo o combate arrastar-se para o chão, e com o cronômetro favorecendo a adversária.

Telma Monteiro sai deste Mundial com a medalha de prata, mas com o sentimento de uma certa frustração, sobretudo depois de ter sido implacável no quadro principal, onde venceu por três vezes por "ippon", sem dar quaisquer chances para as suas adversárias.

Entre elas a italiana Giulia Quintavalle, atual campeã olímpica, que cedo ficou afastada da luta e quando Telma Monteiro, ao primeiro combate, a projetou em apenas 14 segundos.

Depois disso, Telma, durante a manhã, ainda venceu a espanhola Concepcion Bellorin (ippon em 1m55s) e a polonesa Malgorzata Bielak (ippon em 1m09s).

Nas semifinais, o teste foi mais duro, perante Kifayat Gasimova (medalha de bronze nos Europeu de 2008, em Lisboa), num combate em que chegou a estar em desvantagem, mas que venceu por waza-ari e depois do trio de arbitragem penalizar a sua adversária com três castigos (shidos).

Na categoria de Telma Monteiro e sendo visível alguma frustração da judoca portuguesa - provavelmente por saber que Ribout poderia estar ao seu alcance -, as lágrimas correram pelo rosto da japonesa Kaori Matsumoto, segunda do ranking mundial, que acabou em quinto lugar.

Matsumoto também foi surpreendida na semifinal por Ribout, com um ippon nos primeiros 42 segundos de combate, enquanto que na atribuição do bronze a situação repetiu-se (sofreu ippon aos 14 segundos) frente à húngara Hedvig Karakas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h49

    -0,46
    3,154
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h57

    2,21
    70.153,17
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host