UOL Notícias Notícias
 

28/08/2009 - 12h47

Lusos encaram rivais 'inéditos' em grupos da Liga Europa

Lisboa, 28aAgo (Lusa) - O sorteio da Liga Europa colocou nesta sexta-feira no caminho de Sporting, Benfica e Nacional nomes conhecidos, mas adversários que são absolutos estreantes na vida europeia destes três clubes portugueses.

Na qualidade de cabeças-de-chave e integrados no pote 1 do sorteio, "águias" e "leões" tinham à partida condições para encontrarem adversários mais acessíveis, porém nenhum milagre que pudesse evitar alguns bem conhecidos das ligas europeias.

Colocado no grupo 1, o Benfica veste a condição de favorito, mas terá pelo caminho os ingleses do Everton - já sem o defensor português Nuno Valente -, os aguerridos gregos do AEK Atenas e os bielorussos do BATE Barisov.

Teoricamente os ingleses, vindos do pote 2, são a equipe, atrás do Benfica, com melhor estatuto, mas os gregos podem complicar as contas no grupo, numa Liga Europa em que os dois primeiros de cada grupo classificam-se à próxima fase.

Este ano a Uefa remodelou a sua segunda competição (antiga Copa da Uefa), com nova nomenclatura e uma competição remodelada, na qual a fase de grupos (cada um com quatro equipes) se disputa no sistema de todos contra todos e em confrontos de ida e volta.

Curioso neste sorteio é o fato de as equipes adversárias dos três portugueses não terem praticamente nenhum encontro oficial prévio entre si, exceção a um jogo amistoso do Benfica com o AEK de Atenas (2007) e um outro do Sporting com o Hertha Berlim (2005).

Nos gregos, treinados pelo espanhol Serra Ferrer, o Benfica irá reencontrar o defensor Geraldo Alves, formado nas escolas do clube da Luz e seu antigo jogador, e irmão de Bruno Alves, bem como o brasileiro Manduca.

Já o Sporting, colocado no grupo D, depois de cair dos playoffs da Liga dos Campeões, encontrará novamente o Hertha, com quem jogou uma partida de pré-temporada no longínquo ano de 2005 em Paris (2 a 2), e medirá pela primeira vez forças com os holandeses do Heerenveen e os letões do Ventspils.

Se a equipe letã não tem história e parece ser uma perfeita desconhecida, já o Heerenveen tem currículo recente com os portugueses, eliminando por duas vezes o Vitória de Setúbal (2006/2007 e 2008/2009) na Copa da Uefa. Um dado curioso é o fato de Ventspils contar em seu elenco com o atacante português João Martins, jogador de 27 anos que passou em Portugal por clubes como o Tourizense, Fátima, Alverca, Chaves ou Lourinhanense.

No grupo L, o Nacional, que saiu do pote "mais fraco", não pôde evitar em sorte o finalista vencido da última Copa da Uefa, os alemães do Werder Bremen, num agrupamento que tem ainda o Áustria Viena e os espanhóis do Athletic Bilbao.

Possivelmente com maiores dificuldades frente à equipe do Werder Bremen, onde joga o português Hugo Almeida, é admissível que o Nacional lute com o Athletic Bilbao pela classificação, cabendo ao Áustria Viena um "papel menor".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host