UOL Notícias Notícias
 

31/08/2009 - 16h46

Liedson diz estar preparado para estreia por Portugal

Varberg, Suécia, 31 ago (Lusa) - O atacante brasileiro Liedson disse nesta segunda-feira estar "preparado e motivado" para ajudar a seleção portuguesa a se classificar para a Copa do Mundo de 2010, mostrando-se apto para os jogos com a Dinamarca e Hungria.

"Estou preparado e motivado. Espero dar o meu melhor. Quem vai dizer se jogo é o treinador. Estou aqui para trabalhar e ajudar os companheiros no que for preciso, independentemente de jogar", disse, antes do seu primeiro treino pela seleção lusa.

O luso-brasileiro do Sporting diz que o seu primeiro impacto no grupo da seleção tem sido "maravilhoso". "O pessoal carismático recebeu-me muito bem. Está sendo um começo bom. Estou feliz e ansioso por começar a trabalhar".

"Vamos ter praticamente duas semanas de trabalho juntos e dois jogos, o que é importante para ter contato com o pessoal. Já joguei com muitos, mas na equipe adversária. Agora vamos estar todos juntos a remar para o mesmo lado, com o mesmo objetivo. É uma experiência muito boa", afirmou.

Liedson, que reconhece que Portugal "tem uma caminho longo pela frente", não se assume como titular, mas promete dar "o melhor" para que a equipe atinja os seus objetivos.

O jogador vai encontrar mais dois companheiros também nascidos no Brasil (Deco e Pepe). Questionado sobre se vai cantar o hino, minimizou a questão.

"Independentemente de cantar o hino, o importante é o sentimento. Tenho respeito e estou feliz por estar aqui, de espontânea vontade e isso é que interessa. Estou feliz por estar aqui e espero ficar muito tempo".

Liedson quebrou, no domingo, o jejum de gols nesta temporada, ao abrir o placar na vitória por 2 a 0 do Sporting na visita à Acadêmica, mas negou a ideia de que a ausência de gols o estivesse pressionando.

"Marcar gols é sempre importante. Estou feliz por voltar a marcar e ajudar o Sporting a regressar às vitórias. Agora o importante é o jogo de sábado (Dinamarca), trabalhar e deixar [o treinador] Carlos Queiroz escolher", concluiu.

Queiroz

O técnico de Portugal, Carlos Queiroz, considerou que Liedson é apenas "mais um para ajudar", considerando que é o coletivo quem ganha com a inclusão do luso-brasileiro.

"Às vezes isto é demasiado acerca do A, B, C e D, mas isto é acerca de Portugal se qualificar ou não para o Mundial. No final, quem vai ganhar é a equipe, que fica mais forte, não o Manuel ou o Francisco".

"Temos de nos concentrar na equipe de Portugal, como um todo. Concentrarmo-nos na missão, no objetivo que temos pela frente. Em ganharmos coletivamente, jogar bom futebol e usarmos argumentos que temos, individuais e coletivos, para impormos o nosso futebol e podermos vencer o jogo, que é o que desejamos", acrescentou.

Queiroz não revelou se Liedson será titular diante da Dinamarc, mas adiantou que o atacante tem condições para jogar no esquema 4-4-2 que Portugal experimentou na vitória por 3 a 0 sobre Liechtenstein, em um amistoso.

"Está a jogar nesse sistema há quatro ou cinco anos, está habituado às movimentações dos seus companheiros. Vamos trabalhar para que todos - Liedson, Cristiano Ronaldo, Simão - possam render mais", disse o treinador luso.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host