Portugal vai encarar Dinamarca 'retalhada' em jogo decisivo

Por Rui Barbosa Batista, da Agência Lusa

Varberg, Suécia, 2 set (Lusa) - A seleção da Dinamarca está com inúmeros problemas para enfrentar Portugal neste sábado com um time competitivo, pois há oito atletas impedidos de atuar neste desafio do grupo 1 das eliminatórias para Copa-2010.

A defesa e linha de ataque são os setores em que o treinador Morten Olsen mais tem de mexer, situação que já lidará com naturalidade, uma vez que têm sido recorrentes os desfalques nesta fase de qualificação: Portugal já utilizou 27 atletas, enquanto a Dinamarca já vai em 35.

Os dinamarqueses dizem que vão ter de apresentar o terceiro goleiro, mas a verdade é que Stephan Andersen (Brondby) foi o titular em 10 de setembro de 2008 em Lisboa, no triunfo nórdico por 3 a 2, consumado já nos descontos.

Na defesa devem registrar-se alterações nas laterais: o polivalente William Kvist (Copenhague) deixa o meio-campo para jogar como lateral-direito, enquanto Lars Jackobsen (Blackburn Rovers) vai passar da direita para a esquerda.

Face à ausência de Daniel Agger (Liverpool), os "italianos" Simon Kjaer (Palermo) e Per Kroldrup (Fiorentina) devem fazer a dupla de centrais.

À frente da defesa jogarão dois meias com características mais defensivas - Christian Poulsen (Juventus) e Jacob Poulsen (AGF Aarhus) -, que dão apoio a um losango ofensivo que não conta com Thomas Kahlenberg (Wolfsburg), autor do gol do triunfo na Suécia (1 a 0), em junho.

Dennis Rommedahl (Ajax) e Martin Jorgensen (Fiorentina) irão ocupar-se das "alas", enquanto Jon Dahl Tomasson (Feyenoord) jogará atrás do centroavante Soren Larson (Duisburg), artilheiro da equipe com cinco gols em apenas três jogos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos