UOL Notícias Notícias
 

03/09/2009 - 10h52

Portugal encerra treinos para duelos decisivos rumo à Copa

Por Rui Barbosa Batista, da Agência Lusa

Varberg, Suécia, 3 set (Lusa) - Cinco treinos em quatro dias de estágio na Suécia serviram para a seleção de Portugal afinar estratégias, fortalecer o espírito de grupo e concentrar-se no decisivo duplo desafio com a Dinamarca, neste sábado, e Hungria rumo à Copa-2010.

Carlos Queiroz pôde fazer as experiências que bem entendeu e, num ambiente de grande tranquilidade, a seleção trabalhou a tática e definiu os protagonistas para a alteração do habitual 4x3x3 para o 4x4x2 que deu bons resultados no Liechtenstein (3 a 0) e condiz com o modelo de jogo que a maior parte dos jogadores titulares segue nos respectivos clubes.

"Foi um estágio tranquilo: É descansar, treinar, comer bem e preparar para o jogo. Se foi o treinador que escolheu, tem de ser boa escolha", resumiu Dani, que garante não haver qualquer descontentamento dos atletas pela pequena intertemporada decorrer na pacata cidade de Varberg.

Hoje, mais uma vez, foi possível ver nos 15 minutos abertos à imprensa que o grupo está animado e aparentemente unido, pois esbanjaram sorrisos e boa disposição: Liedson já parece membro da equipe há muito tempo.

Tudo isso foi mais visível na parte em que os atletas jogaram handball (Raul Meireles revelou grande forma no gol, num momento em que os goleiro trabalhavam à parte), obrigados a marcar gol apenas com a cabeça.

Na hora de distribuir os coletes, Queiroz fez algumas alterações em relação ao treino de véspera: do time titular saíram Simão, Deco e Raul Meireles e foram testados em seu lugar Liedson, Maniche e João Moutinho.

Durante a sessão de trabalho, novamente presenciada por jornalistas suecos e dinamarqueses, foi possível ouvir agudas vozes femininas ao longe gritando por Cristiano Ronaldo, depois de um grupo de jovens ter tentado autógrafos dos atletas à chegada ao Estádio Paaskbergsvallen.

Agora só falta fazer as malas e partir nesta tarde para Copenhague, um trajeto de 260 quilômetros que a seleção vai fazer de ônibus, prevendo-se que chegue ao hotel em três horas.

O presidente da Federação, Gilberto Madail, junta-se esta noite à comitiva, reforçando o apoio a uma equipe obrigada a vencer sábado a Dinamarca e quarta-feira a Hungria para continuar a alimentar a esperança de classificação para o Mundial.

O dirigente retorna a Portugal depois do desafio no Parken Stadium, mas depois junta-se novamente ao grupo na Hungria.

Sexta-feira, a equipe faz pela manhã reconhecimento do gramado do local do encontro e, no final, Carlos Queiroz e dois jogadores concedem entrevista coletiva.

O jogo contra a Dinamarca está agendado para as 20h locais (15h no Brasil), no Parken Stadium, em Copenhague, e será dirigido pelo árbitro inglês Barry Bright.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host