UOL Notícias Notícias
 

07/09/2009 - 13h42

Zagueiro Pepe fala em deixar torcedor português 'orgulhoso'

Por Rui Barbosa Batista, da Agência Lusa

Farum, Dinamarca, 7 set (Lusa) ? O zagueiro Pepe destacou nesta segunda-feira a vontade que a seleção portuguesa tem de mostrar ao povo luso a sua qualidade, que entende ser merecedora de ser exibida na Copa-2010, na África do Sul.

"Temos um querer muito grande em mostrar ao povo português que temos qualidade e condições para estar no mundial, vamos mostrar isso em campo (quarta-feira na Hungria) para o povo português também ficar contente com o nosso trabalho", disse o jogador do Real Madrid.

Com o empate de sábado por 1 a 1 com a Dinamarca, Portugal deixou de depender apenas de si próprio no grupo 1, caindo para o quarto lugar, mas nem por isso o grupo vai facilitar, continuando a perseguir o sonho.

"Já estamos com o pensamento no próximo jogo que é fundamental e agora há que lutar e trabalhar. E querer também. Este grupo tem mostrado que quer ir ao mundial", frisou.

A seleção húngara é adversária direta de Portugal, pois está isolada em segundo lugar com 13 pontos (a quatro da líder Dinamarca), mais um do que a Suécia e três que os lusos.

"A Hungria é uma equipe que trabalha muito e é muito forte no jogo aéreo também. Tem jogadores com qualidade. Sabemos do ambiente que vamos encontrar, que não e nada fácil, mas estamos preparados", garantiu.

Para ganhar, é sempre preciso marcar, mas a seleção não tem sido um bom exemplo de eficácia, tal como sucedeu sábado em Copenhague, em que um domínio quase constante e mais de 30 arremates valeram apenas um gol.

"Há situações além das nossas forças, possibilidades. As oportunidades são criadas, mas infelizmente falta concretizar. O mais importante é que a equipe tem mostrado vontade, determinação e estamos unidos no objetivo único que é estar no mundial", frisou.

Apesar de tudo, Pepe reconhece que agora a seleção portuguesa não depende exclusivamente do seu "trabalho e empenho": "Estamos a fazer os possíveis para estar no mundial, mas há coisas que não estão ao nosso alcance".

O defensor central, que joga como volante na seleção, refuta qualquer tipo de pressão adicional para o desafio de Budapeste, pois "esta equipe tem pressão em todos os desafios".

"Estão aqui os melhores portugueses espalhados pela Europa. Representar o país tem sempre responsabilidade, mas temos de estar habituados a isso. Os jogadores sabemos que há grande expectativa neste desafio, com muito em jogo, pois disputamos a qualificação para mundial e temos de jogar para vitória", concluiu.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h20

    0,60
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h28

    -0,85
    74.748,47
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host