UOL Notícias Notícias
 

14/09/2009 - 16h41

Técnico do Porto elogia Chelsea, seu rival na 'Champions'

Londres, 14 set (Lusa) - O Chelsea é atualmente o melhor time do Campeonato Inglês e o fato de jogar em Londres torna o jogo desta terça-feira o mais difícil do grupo D da Liga dos Campeões, admitiu o treinador do Porto, Jesualdo Ferreira.

"Teoricamente sim. Para mim o Chelsea é a equipe no momento mais forte do Campeonato Inglês e a sua classificação no momento prova isso", disse o técnico, em entrevista coletiva, um dia antes do jogo pela primeira rodada do grupo.

Jesualdo Ferreira descreveu o adversário como um time "constituído por jogadores de grande maturidade, de grande qualidade, que jogam juntos há muito tempo, uma equipe que vale pelo seu coletivo muito forte".

O fato de jogar no seu estádio, onde não perde há 18 jogos pela Liga dos Campeões, desde fevereiro de 2006, torna o jogo mais difícil. Para contrariar esta vantagem teórica, o treinador quer apresentar um Porto com identidade própria.

O técnico, que disputa seu 27º jogo pelo torneio à frente do clube que comanda há três temporadas, minimizou a ausência de jogadores como Lucho Gonzales e Lisandro Lopes.

"Será uma equipe diferente porque à medida que os jogadores vão saindo o estilo vai mudando, mas não muda aquilo que queremos, não saímos daquilo que é a identidade do Porto, que é discutir um jogo até ao fim, com grande capacidade competitiva, com uma filosofia ofensiva permanente".

Sobre as dificuldades que o Porto tem encontrado em jogos na Inglaterra, Jesualdo reconheceu que nas duas últimas temporadas o time não começou bem na Liga dos Campeões, tendo sido derrotado, primeiro pelo Liverpool e depois pelo Arsenal.

Apesar disso, lembrou que o clube luso, nas duas vezes, terminou a primeira fase em primeiro do grupo. "Historicamente o Porto não ganha na Inglaterra, mas um dia vai ganhar".

Chelsea

O treinador do Chelsea, Carlo Ancelotti, disse esperar um "jogo muito bom" com o Porto e mostrou confiança na vitória, apesar de reconhecer experiência e qualidade na equipe portuguesa.

"Penso que vai ser um bom jogo, porque o Porto não está acostumado a ficar atrás, defendendo. Gostam de jogar futebol", disse o técnico italiano.

No estádio Stamford Bridge, a partir das 19h45 (15h45 em Brasília), Ancelotti estará à espera de encontrar um grupo com "muita qualidade e alguns atacantes muito rápidos".

Uma das vantagens do Porto, ressaltou o técnico, é a experiência na competição e os bons resultados, como a conquista do título em 2004. "A experiência é muito importante nesta competição".

Sobre as chances de o time londrino levantar o troféu, mostrou-se otimista, acrescentando que é preciso "acreditar e fazer o melhor". "É uma competição muito difícil e para ganhar é preciso sorte", afirmou, elegendo o Porto e o Atlético de Madri como os adversários mais perigosos do grupo.

Além disso, negou que a conquista do troféu que falta aos "blues" tenha sido o principal objetivo imposto pelo dono do clube, Roman Abramovich. "Ele gostava da forma como jogava a minha última equipe, o Milan", explicou.

Além do marfinense Drogba e do português Bosingwa, estarão ausentes mais dois jogadores da seleção lusa, Deco e Paulo Ferreira, e ainda o inglês Joe Cole. O russo Yuri Zhirkov ainda não foi confirmado.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,84
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,35
    68.594,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host