UOL Notícias Notícias
 

04/10/2009 - 18h37

Liedson critica preciosismo do Sporting e pede 'jogo simples'

Lisboa, 4 out (Lusa) - O atacante Liedson, do Sporting, justificou neste domingo o empate sem gols com o Belenenses com o fato de a equipe estar "complicando em vez de jogar simples" e considerou que o torcedores "têm razão para estar chateados".

"Às vezes só se pede um passe simples, com menos efeito, e acabamos por complicar", disse Liedson, para quem uma coisa é certa: o Sporting "não pode continuar a jogar assim".

Os 10 pontos para o líder Sporting Braga, ao fim de sete rodadas do Português, não desesperam Liedson, mas ele alertou para a necessidade de "mudar muita coisa", porque a equipe "está a perder muitos pontos, sobretudo em casa".

Para isso, sugere "paciência, dedicação e trabalho" para que seja possível "dar a volta à situação delicada" em que a equipe caiu, fugindo à questão sobre a contestação dos torcedores ao treinador Paulo Bento e às condições que ele dispõe para continuar no cargo.

"Sou apenas mais um jogador, não me cabe a mim falar sobre isso, tanto mais que o Paulo (Bento) está a fazer o seu trabalho o melhor que sabe", comentou Liedson, que alertou para a necessidade do grupo "cerrar fileiras" no sentido de "dar a volta à situação".

Já o zagueiro central Tonel reconheceu o "momento delicado" do Sporting, que "tinha a obrigação de ganhar ao Belenenses", o que só não aconteceu, apesar de não ter feito um bom jogo, porque a equipe "falhou duas ou três boas oportunidades".

"Se jogamos sob brasas? Diria que estamos a jogar sob alguma pressão, o que não pode ser uma desculpa para as exibições e resultados que temos feito", disse Tonel, que considerou esta parada do campeonato, por causa dos compromissos das seleções, como "útil para recuperar a equipe".

Desvalorizou o atraso para o Sporting Braga, na medida em que "ainda faltam muitas jornadas", definindo como prioridade a equipe "reencontrar-se e voltar a jogar ao nível que habituou os sócios" do Sporting, os quais "têm razões para estar zangados".

"Cabe-nos a nós, equipe técnica e jogadores, recuperar a sua confiança e a empatia que tínhamos com eles", emendou Tonel.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host