UOL Notícias Notícias
 

05/10/2009 - 20h06

Benfica derrota Paços de Ferreira e encosta no Braga

Paços de Ferreira, Porto, 5 out (Lusa) - O Benfica conquistou nesta segunda-feira a sexta vitória consecutiva no Campeonato Português, ao derrotar o Paços de Ferreira, na Mata Real, por 3 a 1, em partida pela sétima rodada da competição, e agora está apenas dois pontos atrás do líder Sporting de Braga.

A equipe do técnico Jorge Jesus decidiu o jogo praticamente no primeiro tempo, com gols de David Luiz, aos 3 minutos, de Carlos Martins, aos 22, e de Cardozo - artilheiro do campeonato, com oito finalizações -, aos 41.

Com o resultado, o Benfica está a apenas dois pontos do Sporting de Braga, que venceu todas as partidas que disputou até agora, a última delas no sábado, quando derrotou em casa o Vitória de Setúbal por 2 a 0.

A vitória também deixou a equipe de Jorge Jesus três pontos à frente do Porto, que venceu o Olhanense por 3 a 0 no último domingo, em Olhão.

O triunfo de número 1.400 do Benfica na história do campeonato e o 100º de Jorge Jesus como técnico (oito deles diante do Paços de Ferreira) significou ainda o aumento para oito pontos da vantagem em relação ao rival Sporting, que empatou em 0 a 0 com o Belenenses, no domingo.

O Paços de Ferreira, que vinha de uma vitória em Setúbal, permanece com sete pontos e continua numa zona intermediária da tabela.

Sem os argentinos Aimar e Di Maria e o uruguaio Maxi Pereira, que se apresentaram nas respectivas seleções nacionais, o técnico do Benfica escalou Ruben Amorim, Carlos Martins e Fábio Coentrão.

Jorge Jesus também contou com Quim, que ficou de fora da derrota por 1 a 0 para o AEK de Atenas, na Grécia, pela Liga dos Campeões, e com Shaffer, que substituiu César Peixoto.

No Paços de Ferreira, Paulo Sérgio cumpriu o que surpreendentemente havia anunciado e repetiu a equipe que jogou e venceu no Bonfim, na última rodada, relegando novamente ao banco de reservas jogadores como Pedrinha e Cristiano e deixando outra vez William de fora dos convocados.

O Benfica entrou bem no jogo, e, logo aos três minutos, David Luiz cabeceou e marcou o primeiro da equipe, depois da cobrança de um escanteio cedido por Jorginho, que impediu uma jogada de perigo não aproveitada pela lentidão de Fábio Coentrão.

O time da casa reagiu bem à desvantagem e podia ter igualado o jogo aos sete minutos com Leandrinho, um dos jogadores mais combativos da equipe, mas que acabou desperdiçando a oportunidade.

A essa altura, os visitantes, que já dominavam o jogo, viram dois lances de gol, pelos pés de Cardozo e Saviola, aos nove e 17 minutos do primeiro tempo, ambos defendidos pelo goleiro Cássio.

Ele, porém, foi incapaz de defender os chutes, de fora de área, de Carlos Martins ? que marcou o primeiro gol no campeonato ? e do artilheiro Cardozo, de arremate direto, aos 22 e 41 minutos, respectivamente, que originaram o segundo e terceiro gols do Benfica.

O Paços de Ferreira voltou mais ofensivo no segundo tempo e dominou esta etapa da partida, aproveitando que os jogadores do Benfica tentavam apenas administrar o resultado, e Manuel José - por duas vezes - e Maykon tiveram possibilidades de diminuir a diferença.

O gol dos "castores" surgiu apenas aos 23 minutos do segundo tempo, pelos pés de Maykon (segundo consecutivo), após um passe errado de David Luiz, e, após um deslize de Ruben Amorim, o zagueiro marcou para a equipe da casa.

Até o final do jogo, o Paços de Ferreira voltou a ameaçar o gol do Benfica em um chute de Ciel, já nos acréscimos, enquanto os "encarnados" só criaram perigo à equipe da casa uma vez mais.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h29

    0,74
    3,281
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h36

    -1,89
    61.458,10
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host