Madri decide em 2011 sobre nova candidatura à Olimpíada

Madri, 8 out (Lusa) - A capital espanhol só vai decidir em 2011 se apresenta ou não uma terceira candidatura consecutiva à realização dos Jogos Olímpicos, dessa vez para a edição de 2020, confirmou o prefeito de Madri.

Alberto Ruiz Gallardon afirmou que a cidade vai deixar em reserva estratégica o terreno destinado à construção da vila olímpica e de outras instalações esportivas.

O prefeito, principal rosto das candidaturas fracassadas de Madri aos Jogos Olímpicos de 2012 e de 2016 explicou que o objetivo é que o Estádio Olímpico possa estar pronto em meados de 2012.

Em declarações aos jornalistas, Gallardon explicou que a candidatura de 2016 custou 37,8 milhões de euros - 16,8 milhões do município e 21 milhões de patrocinadores privados.

Lembrando que a derrota na candidatura não o impedirá de se recandidatar como prefeito em 2011, Gallardón negou que tenha havido críticas dentro candidatura espanhola sobre a atuação do presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge, em torno da decisão favorável ao Rio de Janeiro.

"Estou especialmente agradecido ao presidente Rogge. Não há qualquer crítica nem a ele nem ao seu conjunto", afirmou.

"Ganhou quem merecia, ainda que devido a outros fatores", acrescentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos