Inclusão na Olimpíada vai popularizar golfe, diz federação lusa

Lisboa, 9 out (Lusa) - O presidente da Federação Portuguesa de Golfe, Manuel Agrellos, afirmou que a inclusão da modalidade nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, vai popularizar o esporte

Agrellos disse que "faz todo o sentido" a aprovação de hoje da Assembleia Geral do Comitê Olímpico Internacional da proposta do Comitê Executivo para que o golfe volte aos Jogos Olímpicos após uma ausência de mais de 100 anos.

Numa nota distribuída à imprensa, o dirigente destacou que se trata de "um desporto abrangente, jogado em todo o mundo, com 70 milhões de praticantes" e acentuou que "o golfe vai popularizar-se e as federações vão receber muito mais ajudas".

O golfe foi modalidade olímpica nos Jogos de Paris em 1900 e Saint Louis em 1904. Mas o fato de profissionalismo e olimpismo terem então se tornado incompatíveis impediu que voltasse a ser considerado.

Agora, seguindo os exemplos do tênis e do futebol, a questão foi superada. A proposta para 2016 contempla competições para homens e mulheres abertas a 60 jogadores cada.

De acordo com os critérios de entrada apresentados pela federação internacional, os primeiros 15 classificados do ranking mundial terão entrada direta, independentemente do número de jogadores que houver para cada país.

Os demais golfistas seriam elegíveis também através do ranking mundial, mas com um máximo de dois jogadores por cada país que não esteja já representado no top 15.

"Daqui até lá, o regulamento de competição vai ser alterado com certeza. Em causa estão 123 federações de 118 países. Não vale a pena estar a conjecturar", afirmou o dirigente português.

Além do golfe, a assembleia do Comitê Olímpico Internacional aprovou a proposta do comitê executivo para a inclusão do rúgbi também a partir dos Jogos de 2016.

O COI aprovou a manutenção em 2016 dos 26 esportes olímpicos que estarão presentes nos jogos de 2012 por 85 votos a favor e oito contra, elevando para 28 o número de modalidades olímpicas na competição do Rio de Janeiro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos