Paulo Bento comemora quatro anos no comando do Sporting

Lisboa, 19 out (Lusa) - Com alguma contestação devido a um início de temporada comprometedor, mas com a garantia do presidente de que "não sairá do clube pela porta pequena", Paulo Bento completa, nesta terça-feira, quatro anos como técnico da equipe de futebol do Sporting.

O fracasso na classificação para a fase de grupos da Liga dos Campeões e os maus resultados no Campeonato Português, com a equipe já a dez pontos da liderança, após sete rodadas, fazem da temporada atual a pior desde que Paulo Bento assumiu o comando técnico da equipa.

Desde chegou ao time, em 20 de outubro de 2005, Bento conquistou duas Copas de Portugal e duas Supercopas, mas não conseguiu o título de campeão nacional. Além disso, o Sporting ficou em segundo nas quatro últimas temporadas, atrás do Porto.

Na Europa, Paulo Bento garantiu presença na Liga dos Campeões apenas nesta temporada, tendo conseguido em 2008/2009 classificação para as oitavas-de-final, onde o Sporting foi atropelado pelo Bayern de Munique, sendo goleado nos dois jogos.

As decisões por pênaltis parecem ser um dos calcanhares de Aquiles da equipe de Paulo Bento, que perdeu duas finais da Copa da Liga desta forma, para Vitória de Setúbal e Benfica.

Estilo

O reinado de Paulo Bento é marcado por críticas duras à arbitragem, a mais polêmica delas na final da Copa da Liga contra o Benfica, quando a situação estava "demasiado podre e os culpados continuam impunes".

Aos 40 anos, o ex-jogador da seleção portuguesa, que também jogou por Benfica, Estrela da Amadora, Vitória de Guimarães e Oviedo (Espanha), é o segundo treinador a se manter mais tempo no comando técnico do Sporting, atrás do húngaro Joseph Szabo, que orientou a equipe entre 1938/39 e 1942/43.

Paulo Bento chegou ao comando técnico do Sporting depois de ter conquistado um título com a equipe de juniores, substituindo José Peseiro, que, após um final de temporada desastroso em 2004/2005, não conseguiu se classificar para as competições europeias na temporada seguinte.

Com os torcedores ainda sonhando com o título e se mostrando desiludidos com as fracas exibições da equipe, Paulo Bento reconheceu recentemente que o "Sporting não tem dinheiro para competir ao mesmo nível dos outros dois candidatos ao título".

Antes de ser eleito, o atual presidente do Sporting, Filipe Soares Franco, manifestou o seu apoio ao técnico com a expressão "Paulo Bento forever", tendo, poucos dias depois da sua eleição, renovado contrato com o treinador até 2011, afirmando depois que "mudar de treinador seria uma solução demagógica, populista e ineficaz".

Números

Paulo Bento tem um saldo de 116 vitórias (61,7%), 43 empates e 29 derrotas, em 189 jogos oficiais disputados, com 311 gols marcados e 149 sofridos. Em sua primeira temporada no clube, conseguiu um recorde de dez vitórias consecutivas.

A temporada de 2006/2007 foi a mais produtiva sob o comando do treinador. A equipe sonhou até o fim com o título, tendo ficado a apenas um ponto do Porto, e com um total de 54 gols marcados contra 15 sofridos, média de 1,8 gol por jogo.

Paulo Bento terminou a temporada com a conquista da Copa de Portugal, derrotando na final o Belenenses, por 1 a 0, vencendo depois a Supercopa.

Na última temporada, o Sporting manteve a média de gols no Campeonato Português, mas conseguiu três vitórias a mais, terminando a quatro pontos do Porto.

Em termos europeus, a temporada foi simultaneamente a melhor e a pior. O time alcançou pela primeira vez as oitavas-de-final da Liga dos Campeões, mas acabou humilhado pelo Bayern de Munique, com derrotas por 5 a 0 e 7 a 1.

Neste ano, no acesso à fase de grupos da Champions, o Sporting conseguiu quatro empates, que acabaram por relegar a equipe para a Liga Europa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos