Porto empata com Belenenses e fica mais longe de líderes

Porto, 30 out (Lusa) - O Porto deixou escapar, nesta sexta-feira, os primeiros pontos em casa no Campeonato Português, depois de empatar com o Belenenses em 1 a 1, pela 9ª rodada, e desperdiçou a oportunidade de se igualar, mesmo que provisoriamente, aos líderes Benfica e Braga.

O atacante brasileiro Lima abriu o placar para o Belenenses, aos dois minutos do segundo tempo, enquanto o argentino Ernesto Farías empatou o jogo aos 18. O resultado acabou sendo negativo para os donos da casa, que foram penalizados pelo péssimo jogo apresentado na primeira etapa e por terem "acordado" tarde demais, só apostando em velocidade e empenho depois de tomarem o primeiro gol.

Na véspera do confronto, no Minho, o Porto não conseguiu fazer sua parte e deixou o Belenenses, na defensiva, mas muito combativo, roubar dois pontos do time, algo que exigiu um pouco de sorte e muito trabalho.

O técnico Jesualdo Ferreira teve mais provas de que a máquina está longe de estar azeitada, até porque o adversário, que estava lá embaixo na tabela, com sete pontos, revelou ter pouco poder ofensivo, apesar de ter sido eficaz em um dos raros ataque que fez.

Com o criativo Belluschi recuperado fisicamente, o treinador do Porto esperava um jogo mais ágil. Os visitantes, porém, fechados na defesa, não davam brechas e os "dragões" encontravam muitas dificuldades para criar jogadas, faltando velocidade e imaginação.

Muito compacto em seu gol, o Belenenses raramente passava do meio campo e tentava segurar a bola, tocando para trás e desgastando o físico e paciência dos atacantes do Porto, que também se revelavam em noite pouco inspirada.

No lance mais perigoso de um primeiro tempo sofrível, Hulk tropeçou em frente ao goleiro e Farías roubou a bola, mas o argentino adiantou muito e não conseguiu acertar o gol.

Belluschi, apagado, foi substituído no intervalo e o Porto melhorou no ataque com Falcao, ao lado de Farías, mas, logo no começo da segunda etapa, Lima disparou e entrou sozinho na área pela esquerda, chutando fora do alcance do brasileiro Helton.

Sapunaru viu o goleiro Nelson impedir um gol seu no minuto seguinte e depois foi Rolando, que se atrapalhou com os próprios pés na pequena área, que deixou de aproveitar um passe de cabeça de Bruno Alves.

O técnico do Porto, então, resolveu substituir o lateral Sapunaru e reforçar o ataque com Cristian Rodriguez.

Aos 14 do segundo tempo, Farías fez o mais difícil e cabeceou para o lado, mas, quatro minutos depois, deu um chapéu em Nelson, após passe de Falcao, em um lance que a defesa do Belenenses não conseguiu evitar.

Os "dragões" aumentaram a velocidade e, aos 22, Farías driblou Nelson, mas o passe para Falcao chegou muito atrasado e o colombiano não conseguiu tocar na bola.

O Porto passou a pressionar mais, sem melhorar o jogo, contudo. Aos 35 minutos, Falcao desperdiçou um gol na cara de Nelson, dentro da pequena área.

Em seguida, aconteceram lances de desespero, com Rolando, aos 44, se desequilibrando na área, Bruno Alves cabeceando na trave no minuto seguinte e Raul Meireles, aos três minutos dos acréscimos, deixando escapar uma oportunidade de gol por pouco.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos